A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História

A história da Auto Union, parte 3: a ascensão e queda da DKW

Quatro foram as empresas que formaram a Auto Union em 1932: Horch, Wanderer, DKW e Audi. Esta última foi a que prevaleceu, sendo que cada um dos quatro anéis de seu emblema representa uma das quatro partes da Auto Union. Começamos a contar esta história recentemente, em partes – uma para cada companhia. Primeiro, falamos da Horch e, dias depois, da Wanderer. Agora, chegou a vez de um nome mais familiar: a DKW. Para o entusiastas brasileiros, a DKW é lembrada por sua bem sucedida série de carros de passeio, todos com tração dianteira e motor dois-tempos, de ronco inconfundível, e excelente dinâmica. A DKW está intimamente ligada aos primórdios do automobilismo nacional, ao nascimento da Puma e ao início da própria indústria automobilística do Brasil. Contudo, a história da DKW na Europa, da fundação à integração à Auto Union anos antes de desembarcar em nosso País, é bem menos conhecida por aqui. Das companhias que deram origem à Auto Union, a DKW era a mais jovem: a e

Matérias relacionadas

Peter Brock: a história de um dos maiores pilotos australianos que já viveram

Dalmo Hernandes

Como os supercarros que a Audi nunca fez deram origem ao motor W12 e ao Bugatti Veyron

Leonardo Contesini

A história de W.O. Bentley, parte 1: o ajudante ferroviário que se tornou fabricante de automóveis

Dalmo Hernandes