A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Automobilismo História

A história da Renault na Fórmula 1 – Parte 2: Lotus, Nigel Mansell, Ayrton Senna e mais vitórias

Depois que a Ferrari mostrou a força dos motores turbo com seu título mundial (leia a primeira parte da história aqui), praticamente todas as equipes da Fórmula 1 trocaram seus motores aspirados por novos turbinados. Como a Renault vinha desenvolvendo seu Renault Gordini EF1 desde 1977, nada mais natural que ela também se tornasse fornecedora de motores para outras equipes. Assim, em 1983, a Lotus tornou-se a primeira cliente dos franceses, e o 93T de Elio de Angelis foi o primeiro carro da equipe com os motores Renault.  Foi nessa fase, como fornecedora de motores, que a Renault conquistou mais vitórias na Fórmula 1 e alcançou a Ford-Cosworth e a Ferrari, colocando-se como a terceira fabricante de motores a mais vencer Grandes Prêmios em toda a história da F1.   Adicione leveza... e um motor biturbo O Lotus 93T foi praticamente um protótipo de desenvolvimento do motor turbo, que era preparado pela Mecachrome, uma empresa de engenharia que cuidava dos motores da Renault para eq

Matérias relacionadas

A história do poderoso Blitzen Benz de 21,5 litros e 211 km/h… em 1911!

Leonardo Contesini

Os pilotos que mais esperaram para vencer um Grande Prêmio | Lendas da Fórmula 1

Leonardo Contesini

Toyota Sports 800: a história do primeiro esportivo da Toyota – e de sua versão de corrida!

Dalmo Hernandes