A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Motos

A lendária BMW S1000RR – das pistas para as ruas

A BMW Motorrad morre de orgulho do motor da S1000RR original – tanto que um cutaway da usina de força está em destaque no Museu BMW em Munique, na Alemanha. E não é para menos: aquilo é uma verdadeira obra prima da engenharia – um coração de pista que, de tão competente, não podia não ser colocado em uma moto de rua. De especial de homologação a uma das motocicletas superesportivas mais longevas da atualidade, a S1000RR tem 11 anos e já pode ser considerada um clássico por antecipação. Desde que foi lançada, em 2009, a BMW S1000RR passou por atualizações periódicas quase todo ano e, em 2019, chegou a sua terceira geração. Ela já foi a motocicleta de rua mais veloz do planeta, e ainda está bem perto do topo – e, possivelmente, também foi a primeira a quebrar o acordo de cavalheiros que limitava a velocidade máxima das motos a 299 km/h. Acordo este do qual a BMW foi uma das maiores defensoras. Mas a ocasião merecia. A BMW S1000RR nasceu literalmente como um especial de

Matérias relacionadas

Ducati 916 Senna, 25 anos: os detalhes e a história da primeira moto com o nome de Senna

Dalmo Hernandes

Motos que eu teria: a valente e imutável Yamaha TW200

Dalmo Hernandes

A história da Honda CB600F – a emblemática Hornet

Dalmo Hernandes