FlatOut!
Image default
Zero a 300

A nova era elétrica dos Lamborghini | o novo Bronco Raptor | BMW iX a venda por R$ 655.000 e mais!


Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Lamborghini terá apenas híbridos e elétricos a partir de 2024

O horizonte dos Lamborghini eletrificados parecia um tanto distante até pouco tempo atrás. Mas você sabe como as coisas andam depressa quando se tem um Lamborghini acelerando em linha reta… porque o horizonte agora está na nossa cara: a partir do ano que vem a Lamborghini iniciará o encerramento dos carros movidos apenas pela combustão interna e, em 2024, toda a sua linha terá alguma forma de propulsão eletrificada.

A declaração foi feta pelo próprio CEO da Lamborghini, Stefan Winkelmann, que também anunciou o lançamento de quatro novos modelos ainda neste ano e confirmou o encerramento dos motores V10 de 5,2 litros e V12 de 6,5 litros. A questão é: a Lamborghini terá apenas modelos V8 biturbo combinados a motores elétricos? Ou o encerramento mencionado é apenas de sua aplicação sem eletrificação?

O próprio WInkelmann mencionou há alguns anos que a Lamborghini manteria os motores V12 aspirados e usaria a eletrificação para atingir as metas de consumo e emissões impostas pelos políticos europeus. Como o V12 faz parte da identidade da Lamborghini, é provável que ele seja renovado para se tornar mais eficiente, já planejado para trabalhar sempre com um auxiliar elétrico.

O V10, contudo, parece mais próximo de desaparecer realmente. Atualmente ele é o único motor com essa configuração em produção, e só se tornou viável porque a Volkswagen decidiu compartilhar o projeto entre Audi e Lamborghini. Com o Audi R8 perto do fim, é quase certo que o sucessor do Huracán acabe equipado com um V6 ou V8 de origem Porsche/Audi. (Leo Contesini)

 

BMW iX já está a venda no Brasil por entre R$655.000 e R$ 800.000

A BMW apresentou nesta última segunda-feira (24) as duas versões do seu SUV elétrico iX que serão oferecidas por aqui. O modelo parte de R$ 655.000 na versão de entrada xDrive 40 e chega aos R$ 800.000 na versão de topo xDrive 50.

O primeiro tem um conjunto de 326 cv e 64 kgfm, capaz de acelerar do zero aos 100 km/h em seis segundos e de rodar até 425 km. O modelo de topo ganha mais 197 cv e 13,7 kgfm e chega aos 523 cv e 77,7 kgfm, passando a levar o iX do zero aos 100 km/h em 4,6 segundos e ainda assim sendo capaz de rodar até 630 km. Os dois modelos usam um motor em cada eixo, e são limitados a 200 km/h por questões de preservação da bateria, que tem 76,6 kWh no xDrive 40 e 111,5 kWh no xDrive 50.

O iX também tem um novo sistema de carregamento, que aumenta a carga da bateria em 70% em 35 minutos no xDrive 50 e 31 minutos no xDrive 40. Uma recarga de 10 minutos é capaz de acrescentar até 150 km/h no xDrive 50 e 95 km no xDrive 40. Os compradores do elétrico receberão o carregador de parede de 22 kW e um carregador rápido portátil, com conector de três pinos, 1,8kW de potência e cabo de seis metros.

A imagem tecnológica do carro é reforçada pelo monobloco do carro, que usa alumínio e compósitos de fibra de carbono para ajudar a reduzir o peso do carro – um ponto crítico por ser elétrico. Como todo elétrico, ele tem foco na aerodinâmica, com coeficiente 0,25. A grade frontal, que é polêmica como todas as recentes da BMW, guarda os sensores das tecnologias semi-autônomas, e usa nanotecnologia capaz de regenerar riscos em sua superfície.

O modelo ainda é oferecido por encomenda, e as entregas começam a partir de abril. (Leo Contesini)

 

Este é o novo Ford Bronco Raptor

O Ford Bronco mal foi lançado e já é um sucesso nos EUA. Agora a Ford está lançando o Bronco Raptor, um carro com potencial de gerar ainda mais demanda.  Como se pode imaginar, está para o Bronco assim como o Raptor original está para o F150: uma versão para as ruas de carros de corrida em deserto. Assim, tem as modificações também esperadas: mais curso de suspensão, mais distância ao solo, bitola mais larga, pneus maiores e mais de 400 cv.

Debaixo do capô o está um EcoBoost biturbo V6 de 3,0 litros com pelo menos 400 cv. Os números finais de potência e torque ainda não foram homologados, mas este motor já produz 400 cv no Explorer ST, e a Ford não deixaria de atingir o número mágico de 400 neste carro. Obviamente existe calibragem específica de motor para o Raptor, bem como um intercooler diferente e um escapamento também exclusivo, duplo. A transmissão é a automática de dez velocidades da Ford. Caixa de transferência e eixos dianteiros e traseiros são reforçados.

Na suspensão, amortecedores semiativos Fox semelhantes aos do F-150 Raptor. Sensores monitoram a altura da suspensão e as condições do terreno para ajustar as configurações do amortecedor em tempo real. Torres mais rígidas existem para esses amortecedores na parte superior, e braços de controle dianteiros/traseiros desenvolvidos pela Ford Performance na parte inferior. Com isso são nada menos que 330 mm de curso de suspensão na frente e 356 mm na traseira, um aumento de 60% para a frente e de 40% atrás em relação Bronco normal.

O Raptor tem também reforços estruturais que permitem 50% mais rigidez de torção. A distância mínima ao solo é de até 331 mm, e de qualquer forma placas de proteção embaixo cobrem todos os componentes vitais. Rodas com beadlock de 17 polegadas, envoltos em pneus BFGoodrich K02 de 37 polegadas fecham o pacote.

Os pedidos podem ser feitos em concessionários dos EUA a partir de março. O preço começa em U$69,995. Seu hino oficial? Seria “I believe I can fly” de R. Kelly, se o músico não fosse hoje persona non grata. (MAO)

 

O KTM X-Bow GTX deve ter versão de rua

O KTM X-Bow GTX, revelado em 2020 como um carro apenas para pista, um brinquedo de track-day, terá uma variante homologada para uso em rua. De acordo com a Autocar, o modelo será oferecido em número limitado de 100 unidades, com o motor de cinco cilindros do Audi RS3, o mesmo do carro de pista.

O modelo será baseado no mesmo chassi monocoque de fibra de carbono usado por todas as variantes anteriores do X-Bow, peça que pesa apenas 80 kg. O design provavelmente espelhará de perto o GTX/GT2. Devido ao equipamento extra necessário para uso nas ruas, espera-se que o novo X-Bow pese um pouco mais do que os 1.048 kg do GT2. Mas pode ficar tranquilo: ainda será um carro leve.

O motor turbo de cinco cilindros de 2,5 litros vem do Audi RS3, mas recebeu preparação para dar 523 cv no GTX e até 608 cv no GT2. Embora não se saiba qual será a potência do carro de rua, certamente será suficiente para entreter. Tal como os seus antecessores, a tração é traseira, com uma caixa sequencial de sete velocidades e um diferencial autoblocante.

Também não há dados sobre o preço final, mas o GTX custa € 230.000 na Europa, então, correndo o risco de soar repetitivo, barato não será. (MAO)

 

Alfa Romeo Tonale será revelado dia 8 de fevereiro

Depois de uma miríade de problemas e atrasos, o Alfa Romeo Tonale finalmente fará sua estreia em 8 de fevereiro. A empresa anuncia isso como o início do “La Metamorfosi” da marca. Virará uma linda borboleta? Vai saber…

A Alfa Romeo atrasou o lançamento do Tonale duas vezes. A primeira vez foi alegadamente porque o CEO da marca, Jean-Philippe Imparato, não estava satisfeito com o desempenho. O segundo atraso foi por força maior: a falta de microchips. Parece que agora, finalmente vai.

O Tonale ficará abaixo do Stelvio na linha de SUV da Alfa Romeo. Informações anteriores sugerem que o Tonale mede 4.528 mm de comprimento num entre eixos de 2.636 mm, 1.835 mm de largura e 1.604 mm de altura. Os detalhes mecânicos permanecem um mistério. O melhor chute: um híbrido plug-in com motor turbo de 1,3 litro e de cerca de 240 cv de potência combinada. O motor elétrico no eixo traseiro forneceria tração nas quatro rodas. Resta esperar agora dia 8 de fevereiro para maiores detalhes. Se não atrasar de novo, saberemos. (MAO)

 


Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicos, histórias de carros e pilotos, avaliações e muito mais!

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: 30% OFF na loja durante a 2ª temporada do Goodguys, acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, participação no nosso grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!). Exponha ou anuncie até sete carros no GT40 e ainda ganhe descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$ 26,90 / mês

ou

Ganhe R$ 53,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura básico. 15% OFF na loja durante a 2ª temporada do Goodguys, acesse todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de poder expor ou anunciar até três carros no GT402.

R$ 14,90 / mês

ou

Ganhe R$ 29,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

ESTE Gol GTS 1.8
PODE SER SEU!

Clique aqui e veja como