A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture História

A210 Evolution: a história do primeiro hatch da Mercedes AMG

Há pouco mais de um mês, a Mercedes começou a vender no Brasil seu novo esportivo de entrada, o A45 AMG. Ele pode até ser o primeiro hatch a levar o sobrenome esportivo como foi anunciado por aí, mas o que poucos sabem, é que ele não foi o primeiro hatch projetado pela Mercedes AMG. Em 2002, a AMG planejava uma versão esportiva da primeira geração do Classe A (W168) – o mesmo modelo que foi produzido no Brasil. A ideia era fazer o modelo A21 AMG Kompressor para atingir potência próxima à do Golf GTI da época (180 cv). Mas o projeto inicial não pôde ser levado adiante devido à transmissão e embreagem: o alto torque dos motores sobrealimentados tornaria a caixa muito suscetível a quebras. Ao contrário de todos os demais modelos Mercedes, o Classe A era o único com motor transversal, o que o impedia de usar a transmissão da Classe C, por exemplo, e construir uma nova caixa especialmente para um modelo de baixo volume era inviável. Restou à AMG trabalhar à moda antiga, como nos seus

Matérias relacionadas

Os erros e acertos do Mini clássico

Salada alemã: o Porsche 911 991 tem nada menos que 23 versões diferentes – e pode ter ainda mais!

Leonardo Contesini

Porsche na terra: os 911 de rali

Marco Antônio Oliveira