FlatOut!
Image default
Pensatas

Adeus, Renaultsport. Olá, Alpine! – e não estamos falando de F1


Nem todo mundo sabe que o lendário Alpine A110 não era um carro produzido pela Renault — ao menos não até 1974. Até então a Alpine não era uma subsidiária da Renault, mas uma marca independente de carros esportivos que já havia feito alguns Renault 4CV de corrida e estava em seu terceiro esportivo próprio. A união com a Renault só aconteceu mesmo em 1974, quando a Alpine foi comprada pela gigante e acabou fundida à Gordini (que também era uma casa independente nos anos 1960) para formar a Renaultsport. É por isso que o Alpine que venceu as 24 Horas de Le Mans de 1978 era batizado como Renault Alpine. E também é por isso que a primeira versão turbo do Renault 5, com o motor 1.4 dianteiro, era batizada de Renault 5 Alpine Turbo. https://flatout.com.br/alpine-a442-o-renault-esquecido-que-venceu-as-24-horas-de-le-mans-em-1978/ Na verdade, a Renault parecia não saber exatamente como usar suas marcas esportivas até meados dos anos 1990. O nome Renaultsport praticamente não era usado