A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História Zero a 300

Além do A110: a história e os outros carros da Alpine

Já dissemos duas ou três vezes, mas vamos repetir: o Alpine A110 foi um dos lançamentos mais bacanas de 2017. Sua carroceria retrô nos agradou muito; sua dinâmica, pelo que andamos vendo por aí, é espetacular; e sua concepção mecânica, com motor quatro-cilindros turbo, câmbio de dupla embreagem tração traseira, é contemporânea e eficiente, sem números superlativos e sem perfumarias desnecessárias. É uma pena que a Alpine não atue no Brasil. Agora, ao lembrar da Alpine, os carros mais lembrados são justamente o A108 e o A110, clássicos dos anos 60 e 70 que se tornaram os maiores ícones da marca. O A108 foi produzido no Brasil sob licença como Willys Interlagos. O A110, seu sucessor, foi o carro que venceu a primeira edição do WRC, o Campeonato Mundial de Rali, em 1973. Mas a história da Alpine é muito mais rica do que isto – a companhia foi fundada em 1955, e fabricou automóveis até meados da década de 90.

Matérias relacionadas

Preço médio da gasolina passa dos R$ 4, o novo logotipo da Fórmula 1, Fiat Cronos vaza antes do lançamento e mais!

Leonardo Contesini

Stealth Beetle: um Fusca com motor V8 Audi biturbo central-traseiro

Dalmo Hernandes

The Grand Tour pode ter levado o Bugatti Chiron além dos 450 km/h, Emerson Fittipaldi está fazendo um supercarro, Dodge revela novos detalhes do Demon e mais!

Leonardo Contesini