A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Carros Antigos

As evoluções do Fusca que não tivemos no Brasil

Ninguém sabe ao certo porque o Fusca tem este nome no Brasil. Há quem diga que é uma corruptela de "Volks" — que pronuncia-se "Folks", virou "Fucs" e depois, "Fusca". A gente acha meio difícil de acreditar, mas uma coisa é certa: o Fusca só se chama Fusca aqui no Brasil. Também foi só por aqui que o Fusca permaneceu praticamente igual do início ao fim de sua produção, que começou na década de 1950 e só terminou em 1996. Claro, foram realizadas algumas modificações estéticas e mecânicas, mas o projeto era essencialmente o mesmo. Em vários outros países em que foi fabricado, porém, o Besouro evoluiu consideravelmente e trouxe características que seriam bem interessantes. Vamos aproveitar que hoje, 22 de junho, é o Dia Mundial do Fusca (o Dia Nacional do Fusca foi 20 de janeiro) e falar destes Fuscas diferentes espalhados pelo mundo.   Alemanha - 1302 e 1303 O Fusca nasceu na Alemanha, oficialmente batizado oficialmente como Volkswagen Typ 1 e, informalmente, como Vol

Matérias relacionadas

Top Comments FlatOut: os comentários mais votados da semana

Leonardo Contesini

Citroën “Mille Pattes”: era assim que se testava pneus na década de 1970

Dalmo Hernandes

Como era pilotar um Opala da Stock Car na década de 1980?

Dalmo Hernandes