FlatOut!
Image default
Guia de Compra

BMW E46: tudo o que você precisa saber antes de comprar


É apenas lógico que depois de toda revolução, a evolução cuidadosa é o caminho. Afinal, quebrar com as tradições, começar de novo de uma folha em branco, também é abandonar todo o aprendizado e desenvolvimento anterior; para se chegar ao mesmo nível de conhecimento que acabamos de jogar fora, algum tempo de cuidadosa melhoria contínua é claramente necessária. Assim foi em 1998, quando a BMW lançava a quarta geração do Série 3. A terceira geração que saia de linha tinha sido uma severa quebra de tradição, começando pela posição do ponto H e do centro de gravidade (ambos mais baixos e recuados que os BMW tradicionais), passando por sofisticados motores e suspensões bem mais modernos, e terminando num desenho de carroceria totalmente novo e original. Em contraste, o E46 era evolução e não revolução. Uma versão maior, mais luxuosa, ainda mais tecnologicamente avançada do mesmo tema E36. O que não é necessariamente algo ruim, neste caso. Herdar a mecânica básica do