A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Automobilismo

Circuit Gilles Villeneuve: a história e a evolução do traçado do GP do Canadá

Neste fim de semana a Fórmula 1 desembarca em Montreal para a 56º edição do GP do Canadá. Realizado pela primeira vez em 1961, o GP foi sediado no Mosport Park até 1967, iniciando uma curta alternância com Mont-Tremblant até 1970, antes de voltar ao Mosport Park em 1971. Em 1977, a cervejaria Labbatt demonstrou interesse em patrocinar uma prova da Fórmula 1 em Montreal, sua cidade-sede, e entrou em contato com a Federação Canadense de Automobilismo para verificar a possibilidade, uma vez que Montreal não tinha um autódromo até então. A Federação, por sua vez, procurou um engenheiro britânico radicado no Canadá chamado Roger Peart. Ele participava da fiscalização e monitoramento de circuitos de corrida em todo o mundo, e era a pessoa mais indicada para responder esta pergunta. Peart pediu meia hora e disse que ligaria de volta com uma resposta. Nesta meia hora ele imaginou um circuito de corridas na Ilha de Notre Dame, uma ilha artificial construída dez anos antes no rio Saint-Laur

Matérias relacionadas

GP dos EUA de 2005: a corrida de Fórmula 1 que quase ninguém disputou

Leonardo Contesini

Ford vs. Ferrari: a guerra de Le Mans | Parte Final: quatro vezes Ford

Leonardo Contesini

Uma breve história da Alfa Romeo na Fórmula 1 – parte 1

Dalmo Hernandes