A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Pensatas

Contando estrelas: precisamos falar sobre o NCAP

Não existe coisa mais perigosa na história registrada da humanidade do que gente que quer “mudar o mundo” ou “fazer a diferença”. Sim a história está cheia de gente que realmente mudou o mundo e fez diferença, mas esses não se achavam em nenhuma missão sagrada. Apenas fizeram o que sabiam fazer o melhor que puderam, e nesse processo, mudaram o mundo. Não, gente que quer mudar o mundo, que já parte da premissa que sua missão é esta, age muito diferente. O trabalho e a criatividade são apenas meios para atingir objetivos, não a parte central de criar algo realmente diferente. Os fins são o que procuram, e para isso constroem palanques e instituições onde sua visão de futuro pode ser incontestada. Dali vestem o manto da infalibilidade, o de visionário de uma nova realidade inventada por ele mesmo. Amealham seguidores, não os inofensivos curtidores de Instagram, e sim gente que o considera uma forma superior de humanidade, que os segue cegamente. Henry Ford é um exemplo dos

Matérias relacionadas

Nova lei irá proibir alteração da lâmpada do farol do seu carro

Leonardo Contesini

Minha primeira moto — ou “terapia em duas rodas”

Dalmo Hernandes

Adeus, Corvette C7: por que a última geração de motor dianteiro será um ícone para sempre?

Dalmo Hernandes