FlatOut!
Image default
Pensatas

Cuidado com o que você deseja… sobre rodas


Parecia uma tarefa simples. Afinal, que pode ter de complicado numa troca de junta do cárter? Tire alguns acessórios do caminho, remova alguns parafusos, solte o cárter, troque a junta, faça o processo ao contrário e pronto. Bom, não é bem assim. Normalmente o cárter é uma peça livre de qualquer agregado, porque contém todo o lubrificante do motor. Uma pancada em alguma peça ali afixada pode ter um efeito de alavanca com um bom potencial de danos ao pobre do cárter, que só estava ali contendo seu lubrificante e protegendo a parte de baixo do motor. Mas alguém inventou de prender o compressor do ar-condicionado nele, então ele agora tem uma fraqueza exposta. Não adianta reclamar. O motor é assim e assim sempre será. Para tirar o cárter, você tira o bendito compressor. Aí você acessa os parafusos do cárter. Mas há algo estranho... o cárter está todo desparafusado, mas não está solto. Que cazzo está acontecendo? - já dizia Michelangelo. O que está acontecendo é que, no moto