A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Avaliações Car Culture Carros Antigos

Dez coisas que aprendi com este Ford Maverick GT 1973

Nem todo carro especial precisa ser nosso para ser especial. A convivência com este Maverick GT 1973 preparado (pela Pedrinho Racing), do meu amigo Edson Antunes, foi uma das maiores escolas sobre quatro rodas que tive. Com cerca de 350 cv sob o capô, sua receita é totalmente old school: carburador Holley 600 cfm a vácuo, coletor de admissão Weiand dual plane, escapes dimensionados Hedman com canos de 2,5”, comando mecânico Comp Cams bravo, mas nada extremo (potência máxima estimada em 6.400 rpm), cabeçotes fluxados exaustivamente, balanceiros roletados Trick Flow, bielas forjadas Scat, sistema de arrefecimento e lubrificação redimensionados, ignição MSD, câmbio e diferencial originais do GT V8 e não muito mais do que isso. Isso porque o que faz deste carro algo especial é a sua história. Seu dono está há 13 anos com ele – e, para se ter uma ideia, desde que o motor foi preparado, há cerca de sete anos, o Maverick já rodou dez mil km, algo não muito comum para um antigo deste naip

Matérias relacionadas

Por que o trânsito da Rússia parece tão louco?

Leonardo Contesini

WRC, Fórmula 1 e esportivos de rua: o lado gearhead da Toyota

Leonardo Contesini

De Tomaso P70, o sucessor do Shelby Cobra que morreu cedo demais

Dalmo Hernandes