A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture História

Dodge Viper: a víbora de dez cilindros que mostrou ao mundo como os americanos fazem supercarros – Parte 2

Há alguns dias, começamos a contar aqui no FlatOut a história do Dodge Viper — desde o comecinho, lá em 1989, quando a Chrysler foi ousada o bastante para mostrar um conceito com motor de dez cilindros e uma proposta pretensiosa: ser um desafio respeitoso ao icônico Shelby Cobra, porém com uma dose extra de selvageria e dois cilindros a mais. Carroll Shelby ficou orgulhoso. Acontece que estamos falando de um carro que chegou às ruas em 1992. Naquela época, ter um motor de dez cilindros com oito litros de deslocamento e 400 cv era sinal de pura selvageria. Bem, 23 anos depois, continua sendo. O que não impediu que o motor do Viper ficasse cada vez maior e mais potente — hoje, são 8,4 litros e 650 cv (OK, 648,8 cv, mas você entendeu o ponto). Na segunda e última parte deste especial, vamos traçar o caminho que o mais americano dos supercarros percorreu até hoje.   Primeira geração (1992-2002) "Minimalismo mecânico" foram as palavras que, em 1989, a revista Road and Tra

Matérias relacionadas

O que significam os símbolos e adesivos mais comuns da cultura JDM?

Leonardo Contesini

Por que você deveria conhecer Brock Yates

Dalmo Hernandes

Quando uma perua Fiat derrubou o presidente do Brasil

Leonardo Contesini