A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Pensatas Zero a 300

Domínio dos SUV: a contradição sobre rodas dos “utilitários esportivos”

Nesta última quarta-feira a Ford anunciou que não fará mais hatches nem sedãs nos EUA. Em vez disso, a marca concentrará seus esforços em suas bem-sucedidas picapes, no Mustang e em seu SUV. E não pense que isto é apenas uma moda americana. Na Europa, com suas vias estreitas e cidades milenares, um em cada três carros novos são SUV. No Brasil um em cada cinco carros são SUV. Até mesmo no Japão, o país dos kei cars, os SUV estão se tornando uma febre: o Toyota CR-H foi o quarto carro mais vendido em 2017, e a participação dos SUV passou pela primeira vez dos 10%. O mundo inteiro está comprando mais SUV. E isso é um grande contrassenso sobre rodas — e com suspensão altinha. Nestes tempos em que executivos estão sendo presos e processados por fraudarem testes de emissões, e que níveis de consumo falsificados quebraram uma fabricante, os engenheiros precisam se esforçar para operar milagres mecânicos. Para atender os governos e o público,

Matérias relacionadas

Lei quer identificação de motoristas iniciantes no carro, Aventador SVJ pode ter feito 6:54 em Nürburgring, projeto de lei para iluminar faixas de pedestres e mais!

Leonardo Contesini

1.000 cv e 400 km/h: o Toyota Supra V12 da Top Secret em detalhes

Dalmo Hernandes

GTE, GTD, R, Alltrack: as versões mais bacanas do Golf Mk7 que não temos no Brasil

Dalmo Hernandes