A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História

Este belo Opel Calibra é, na verdade, um Lotus Omega – com dois turbos, 380 cv e tração traseira!

Hoje em dia não é tão incomum ver projetos de body swap radicais – em vez de pegar um carro mais fraco e colocar nele um motor mais potente, faz-se o caminho oposto. Um belo exemplo disto é o Mercedes-Benz C63 AMG da Piper Motorsport's, que ganhou a carroceria do icônico 190E Cosworth. Há duas ou três décadas, contudo, este tipo de projeto era algo simplesmente absurdo e totalmente inovador. E foi por isto que Günter Artz, customizador alemão que ficou famoso entre os entusiastas por seus body swaps totalmente fora da caixa (para a época), tornou-se meio que uma lenda. Já falamos de pelo menos dois carros dele por aqui: um Porsche 928 com a carroceria de um Golf Mk1, e um Chevrolet Corvette C4 com a carroceria de um Opel Kadett E que ficou conhecido como "Cordett". Em ambos os casos, Günter Artz exibiu extrema habilidade ao modificar os painéis originais para "vestir" a nova estrutura. No caso do Golf 928, foi preciso fabricar sob medida diversos componentes, com a grade, o capô,

Matérias relacionadas

Qvale Mangusta, mas pode chamar de Biguá – o fim melancólico do último De Tomaso

Dalmo Hernandes

O Guia FlatOuter dos ornamentos de capô – parte 2

Dalmo Hernandes

À prova de fogo: a história e a evolução dos trajes de corrida

Leonardo Contesini