FlatOut!
Image default
Car Culture

Ford Supervan: a história das vans de corrida feitas pela própria Ford


Deve haver alguma coisa no cérebro de um entusiasta que nos faça gostar imediatamente de qualquer carro originalmente lerdo que acabou transformado em uma super-máquina veloz, devoradora de asfalto e de curvas. Dever ser aquele menino de oito anos que, dizem, vive em algum canto do cérebro de todo homem, e que se manifesta em certas ocasiões. Ford supervan Carros como o Fiat 500 clássico com motor de Lamborghini, ou um Gurgel Supermini com motor de Suzuki Bandit 600. Ou ainda uma Kombi com motor V8 de 1.000 cv. Você pode não gostar do 500, do Supermini ou mesmo da Kombi (céus... quem não gosta da Kombi?), mas a combinação "carro lerdo + motor potente"  é irresistível. Tão irresistível que, às vezes, as próprias fabricantes fazem isso. Aconteceu com o Alfa Romeo 164 e com a Renault Espace, que ganharam motores de Fórmula 1. Aconteceu também com o Golf GTI, que ganhou motor de Lamborghini. Mas ninguém fez isso tantas vezes quanto a Ford. Em 2003 ela colocou um V8 no Focus RS de prime