FlatOut!
Image default
Car Culture História

Ícones dos anos 1990: Citroën Xantia Activa


É um teste simples. Uma chicane numa reta: você tem que desviar de um obstáculo imaginário, e continuar reto depois dele. A maior velocidade possível de se desviar do obstáculo determina o carro mais seguro. Se o carro tem tendência de capotamento, ou chega as vias de fato, é reprovado, obviamente. A revista sueca Teknikens Värld (“O mundo da tecnologia”) realiza este teste desde os anos 1970: é o famoso “teste do Alce” onde o Mercedes-Benz Classe A original capotou, fazendo um monte de gente andar para lá e para cá esbaforido nos corredores de Stuttgart-Untertürkheim. Curioso lembrar que existe outro teste do alce na Suécia, este inventado pela hoje defunta SAAB. Neste, um alce artificial, um boneco sem vida, mas com todas as características físicas de um enorme alce adulto, é jogado sem cerimônia em alta velocidade no capô do carro: o alce não deve entrar no habitáculo, provocando por exemplo, colunas mais reforçadas, e no caso do SAAB 99/900 original, o singular desenh