A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História

Intermeccanica: a incrível história de Frank Reisner

Todos conhecem a história de como Henry Ford quebrou a parede de seu porão em Detroit para sair de lá com o automóvel que criou. A parede quebrada é uma metáfora sensacional também para sua ascensão social: Quebrou também a parede que separa as pessoas normais dos realmente podres de rico. Não é incomum encontrar histórias de sucesso deste tipo na indústria. De Charles Nash a Henry Royce, um sem fim de pessoas amealharam fama e fortuna a partir de origens humildes, fabricando automóveis. Mas é claro que, para cada sucesso famoso existe uma multidão de fracassados desconhecidos. Isso porque, na verdade, poucos criadores de automóveis entraram neste negócio para ganhar dinheiro. A grande maioria não podia evitar; sua vocação o impeliu a criar algo, mesmo que a lógica e o bom senso financeiro aconselhassem que não. Sucesso ou fracasso financeiro era secundário, no início, de forma recorrente. O que nos faz pensar sobre o real significado de sucesso e fracasso. Embora muita gente te

Matérias relacionadas

As rivalidades mais marcantes da indústria automobilística brasileira – parte 3: anos 2000 e 2010

Dalmo Hernandes

Hemi Under Glass: o Plymouth Barracuda com motor central-traseiro que se tornou lenda das arrancadas

Dalmo Hernandes

O fim do Ford Focus – parte 1: relembre a trajetória, o sucesso e o declínio do modelo no Brasil

Leonardo Contesini