A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História

Karmann Ghia: quando a Volkswagen transformou o Fusca em um esportivo

O Volkswagen Fusca não deveria ter durado tanto tempo. Ele foi concebido na década de 1930 para ser um meio de transporte barato, eficiente e minimamente confortável para o povo alemão – um carro que, quando se tornasse desnecessário, desapareceria. Em teoria. Apesar da conexão nefasta com o regime nazista de Adolf Hitler – algo que os haters do Fusca adoram trazer à tona para incomodar os fãs do carro –, a verdade é que o Fusca nasceu carismático. Além do visual simpático (especialmente depois que ele deixou de ser oferecido apenas na cor preta), a simplicidade técnica do projeto, a facilidade de manutenção e o baixo custo das peças são características que nunca saíram de moda. Além disso, o ronco cheio de personalidade do motor aircooled e a tração traseira conquistam entusiastas até hoje – mesmo com a suspensão por braços oscilantes, pouco indicada para uma condução mais animada. Não foi à toa que, até a década de 1970, boa parte da cúpula da Volkswagen tinha a

Matérias relacionadas

333 SP: o carro que colocou a Ferrari de volta às corridas de protótipos – e seu V12 de 11.000 rpm

Dalmo Hernandes

Pontiac: a história da fabricante que inventou o muscle car – Parte final

Dalmo Hernandes

Fast five: a história do clássico motor cinco-cilindros da Audi

Dalmo Hernandes