A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Automobilismo Car Culture

Leyton House Racing: a intensa história da imobiliária japonesa que virou equipe de Fórmula 1

Pode uma marca ser conhecida e desconhecida ao mesmo tempo? Sim. Se esta marca for a Leyton House isso é possível. Todo fã de Fórmula 1 lembra muito bem dos carros azul-esverdeados (ou seriam verde-azulados?) da Leyton House Racing — especialmente os brasileiros, que se esgoelaram torcendo por Maurício Gugelmin no GP do Brasil de 1989, quando ele teve chances reais de vencer mas precisou poupar o carro para garantir um pódio. Essa é a parte conhecida da Leyton House. Ao mesmo tempo, se você digitar "Leyton House" no Google, tudo o que encontrará é que ela era uma empresa japonesa com atividades no ramo imobiliário e que comprou a equipe March no fim dos anos 1980. De onde ela veio, o que ela fazia exatamente, por que ela saiu da Fórmula 1 e para onde ela foi, são informações praticamente desconhecidas. Mas... como você já sacou a essa altura, já demos um jeito de conhecê-la para compartilhar com vocês.   Quando playboys eram entusiastas A história da Leyton House começa em

Matérias relacionadas

Porsche 908/04: o conceito inspirado em uma lenda das pistas que nunca vamos dirigir (nem no videogame)

Dalmo Hernandes

Os carros conceito que, felizmente, jamais foram produzidos em série

Leonardo Contesini

Um supercarro com motor V8 a diesel, Alfa Romeo usará motores Ferrari, um acidente de moto a 225 km/h e mais!

Leonardo Contesini