A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Automobilismo Car Culture

Leyton House Racing: a intensa história da imobiliária japonesa que virou equipe de Fórmula 1

Pode uma marca ser conhecida e desconhecida ao mesmo tempo? Sim. Se esta marca for a Leyton House isso é possível. Todo fã de Fórmula 1 lembra muito bem dos carros azul-esverdeados (ou seriam verde-azulados?) da Leyton House Racing — especialmente os brasileiros, que se esgoelaram torcendo por Maurício Gugelmin no GP do Brasil de 1989, quando ele teve chances reais de vencer mas precisou poupar o carro para garantir um pódio. Essa é a parte conhecida da Leyton House. Ao mesmo tempo, se você digitar "Leyton House" no Google, tudo o que encontrará é que ela era uma empresa japonesa com atividades no ramo imobiliário e que comprou a equipe March no fim dos anos 1980. De onde ela veio, o que ela fazia exatamente, por que ela saiu da Fórmula 1 e para onde ela foi, são informações praticamente desconhecidas. Mas... como você já sacou a essa altura, já demos um jeito de conhecê-la para compartilhar com vocês.   Quando playboys eram entusiastas A história da Leyton House começa em

Matérias relacionadas

Não se vê um Porsche 911 “Safari” 4×4 com supercharger e 450 cv arrepiando no gelo assim todos os dias

Dalmo Hernandes

15 carros que custam o mesmo que o novo Corvette C8 no mercado americano

Dalmo Hernandes

Uma breve história do HANS e de seu criador, o Dr. Robert Hubbard

Dalmo Hernandes