A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Trânsito & Infraestrutura

Luzes de neblina: como usar do jeito certo (e não incomodar todo mundo)

É claro que você já topou com essa cena. Uma noite limpa, o ambiente escuro e um carro à sua frente com essas luzes permanentemente acesas. Muita gente não sabe, mas estas são as lanternas de neblina. Elas servem para tornar o carro mais visível em condições de baixa visibilidade como neblina e chuva intensa e, para isso, usam uma lâmpada com a mesma potência das luzes de freio, 21 Watts. Na prática, é como se você andasse com as luzes de freio acionadas o tempo todo. Dois carros sem lanternas de neblina — sim: dois. O segundo, apesar de estar mais distante, mostra a importância dessa luz E é por isso que você não deve usá-las quando não há neblina. Elas incomodam a vista dos motoristas que estão atrás do carro, afetando a visibilidade em um período onde ela já é crítica. Quando você olha para um ponto com luminosidade muito mais elevada que o restante do ambiente — como as luzes de neblina (as luzes de posição têm 5 Watts; um quarto da potência) —, sua pupil

Matérias relacionadas

Usar o GPS pode estar “desligando” partes do seu cérebro, diz estudo

Dalmo Hernandes

Mortes no trânsito na cidade de São Paulo voltaram a subir, apontam estatísticas

Leonardo Contesini

Pista molhada? Não com esse asfalto que “bebe” água

Dalmo Hernandes