A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História Motos

Meio V8 em duas rodas: a grande aventura da Motus

Se você olhar em volta, verá que a vasta maioria dos fabricantes começaram há pelo menos 70 anos. É realmente difícil começar algo novo no mundo de hoje, onde a montanha legislatória, e o nível sobre-humano de exigência do público, parecem obstáculos altos demais para transpor. Motocicletas, ao contrário de automóveis, tem alguma vantagem aqui. Principalmente em relação a segurança passiva: não existe legislação possível neste sentido aqui, e, portanto, são inexistentes. Em países desenvolvidos, motocicletas são encaradas como brinquedos de adulto, irrelevantes em volume e consequência estatística. Nos países subdesenvolvidos como o Brasil, onde são o meio de transporte pessoal mais popular, não há inteligência para ser notado como tal: apenas se copiam as legislações de países distantes e pronto, e qualquer problema de segurança viária se perde num oceano de ignorância e desinformação. Mas de qualquer forma, as motocicletas têm esta vantagem. Podem, por exemp

Matérias relacionadas

O príncipe dos automóveis: a controversa e polêmica história do criador do DeLorean

Leonardo Contesini

Giacomo Agostini: a trajetória do maior piloto de motovelocidade da história

Carlos Eduardo Almeida

Dome Zero: quando os japoneses fizeram seu próprio supercarro em forma de cunha

Dalmo Hernandes