FlatOut!
Image default
Zero a 300

Mercedes-Benz Classe C tem fotos vazadas, Sérgio Maurício será narrador da Fórmula 1 na Band, versão de pista do GMA T.50 será revelada hoje e mais


Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco!

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Novo Mercedes-Benz Classe C tem fotos vazadas antes do lançamento

A Mercedes-Benz prepara o lançamento do novo Classe C para amanhã (23) mas, graças à Internet, já temos fotos da geração W206.

O que se vê não surpreende: por fora, o novo Classe C pega emprestado o estilo do Classe E reestilizado, com faróis mais afilados e lanternas horizontais. Por dentro, é como um Classe S em miniatura, com direito a duas telas sensíveis ao toque – uma para o quadro de instrumentos e outra, maior e vertical, para a central multimídia e controle das funções do carro.

O novo Classe C, vale lembrar, terá apenas motores de quatro cilindro, abrindo mão dos clássicos seis-em-linha e dos V8 nas versões esportivas. A Mercedes-Benz admite que as leis mais rígidas para emissões são um dos motivos, mas não o único: a fabricante diz que os quatro-cilindros possibilitam uma dianteira 5 cm mais curta, tornando o visual do carro mais harmônico, e também colocam menos peso sobre o eixo dianteiro, o que favorece a dinâmica. Além disso, diz a Mercedes, os powertrains híbridos garantem o mesmo desempenho da geração anterior com dois cilindros a menos.

A Mercedes-Benz não menciona que o Classe C nasceu apenas com motores de quatro cilindros – o que também faz desta decisão um retorno às origens, ainda que não da forma que esperávamos. De qualquer forma, teremos mais detalhes sobre o novo Mercedes-Benz Classe C muito em breve.

 

Sérgio Maurício será narrador da Fórmula 1 na Band

A TV Bandeirantes confirmou ontem (21) que Sérgio Maurício será o narrador das transmissões ao vivo da Fórmula 1 no canal. O jornalista vem completar o time formado pelo comentarista Reginaldo Leme e pela repórter in loco Mariana Becker – todos os três saídos da Rede Globo.

A equipe fará a cobertura completa da Fórmula 1 na Band em todas as 23 corridas da temporada, que serão transmitidas na TV aberta. Os treinos livres e classificatórios – que eram apresentados por Sérgio Maurício na SporTV – agora serão transmitidos pela Band Sports, que também fará as transmissões da Fórmula 2 e da Fórmula 3.

A estreia de Sérgio Maurício acontecerá no Grande Prêmio do Bahrein, corrida marcada para o próximo dia 28 de março.

 

Tony Kanaan correrá na Stock Car em 2021

A Band também fará a transmissão da Stock Car em 2021 – e a categoria terá Tony Kanaan no grid no ano que vem. O piloto brasileiro de 46 anos assinou um contrato com a equipe Full Time Texaco Racing e correrá com o Toyota Corolla. Seu carro terá o número 48, o mesmo usado por Kanaan na Fórmula Indy.

O piloto, aliás, continuará na Indy – ele correrá pela Chip Ganassi Racing nas quatro provas em ovais da temporada 2021: as 500 Milhas de Indianápolis, a rodada dupla no Texas Motor Speedway, e a Gateway 500 em Illinois.

 

GMA T.50s, versão de pista do supercarro de Gordon Murray, será revelado hoje

A versão de competição do GMA T.50, o sucessor do McLaren F1 feito por Gordon Murray, ganhará sua versão de corrida hoje (23).

Chamada T.50s, a variante de pista do superesportivo terá o mesmo V12 de quatro litros que o T.50 normal, porém com potência elevada para cerca de 720 cv, conforme adiantado pelo próprio Murray. O câmbio, porém, não será manual com três pedais, mas sim acionado por aletas atrás do volante.

Ainda não foram reveladas quais serão as outras modificações reservadas para o T.50S, mas saberemos nas próximas horas.

 

Buell promete retorno com dez motos novas até 2024

Os fãs de motos lembram com saudade da Buell, fabricante fundada por Erik Buell com a proposta de criar motos esportivas verdadeiramente americanas. Comprada pela Harley-Davidson em 1993, a Buell esteve em atividade até 2009, quando a Harley anunciou o fim da marca para focar em modelos mais tradicionais. O próprio Erik Buell, ex-engenheiro da Harley-Davidson, abriu uma nova fabricante pouco depois, a EBR (Erik Buell Racing), mas a empresa não durou muito e fechou as portas em 2015.

Agora, porém, a Buell anuncia seu retorno – contudo, sem o envolvimento de Erik Buell. A iniciativa veio do empresário Bill Melvin, que comprou não apenas a marca Buell, mas também a EBR. E os planos são ambiciosos: lançar dez novas motocicletas até 2024.

Três delas já aparecem no site da nova Buell: a dupla formada pela esportiva 1190RX Hammerhead e pela naked 1190SX, que lembram bastante as Buell do passado; e a bigtrail 1190 Super Touring. As três serão mostradas no mês que vem durante o Daytona Bike Week 2021, marcado para os dias 5 a 14 de março.

 

Porsche diz que combustível sintético é tão limpo quanto eletricidade

A Porsche está mesmo investindo em seu combustível sintético desenvolvido em parceria com a Siemens. Durante a apresentação do novo 911 GT3 o vice-presidente da divisão GT da Porsche, Dr. Frank Walliser, falou aos britânicos da Evo Magazine sobre o atual passo do eFuel.

Segundo o executivo, o combustível sintético é tão limpo quanto a eletricidade quando se leva em conta o índice well-to-wheel – que mede as emissões de um veículo da produção do combustível (ou da geração de eletricidade) até a entrega da força do motor às rodas, incluindo na conta as emissões em todas as outras etapas do processo, como transporte do combustível, produção de baterias e a própria fabricação dos veículos;

Walliser diz que, quando for iniciada a produção em massa do eFuel, espera-se que as emissões de CO2 pelos gases de escape seja até 85% menor em relação à gasolina tradicional – o que, pelo índice well-to-wheel, traz os carros movidos por combustível sintético ao mesmo patamar dos veículos puramente elétricos.

A Porsche pretende começar os primeiros testes com novos motores a eFuel em 2022, com a produção do combustível em larga escala prevista para 2024.

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora