A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Morreu Mike Lavallee criador da pintura True Fire no “Overhaulin”

Os fãs de Overhaulin’ e para os adeptos da cultura hot rodder receberam uma notícia triste nesta semana: Mike Lavallee, conhecido por sua participação no programa sobre customização e por sua incrível técnica “True Fire” para pintura de chamas realistas, morreu na última terça-feira aos 60 anos. Ele havia sofrido um derrame no dia 6 de abril e passou por uma cirurgia para reduzir o inchamento do cérebro, mas não resistiu.

Lavallee nasceu em maio de 1959 e sua trajetória antes da vida pública não é tão conhecida – ele era do tipo que deixava seu trabalho falar por ele. Antes de interessar-se pela arte, ele quase foi ginasta: sua baixa estatura o colocava em uma posição favorável no esporte. Mas sua carreira na ginástica foi interrompida quando a família mudou-se de cidade – em New Hampshire, onde ele cresceu, não havia um programa de ginástica no colégio. Mas havia um curso opcional de arte, e Lavallee de repente encontrou uma nova paixão.

Quando terminou o ensino médio, Mile Lavallee foi estudar na escola de arte de Boston, graduando-se em pintura de letreiros na Escola de Artes de Boston em 1979. Ele jamais deixou de aperfeiçoar sua arte, e quando mais jovem pintava animais por influência do trabalho de seu pai como taxidermista.

Foi depois de assistir a uma prova de rali cross-coutry em sua cidade natal que Lavallee descobriu a customização – inspirado pelas pinturas das motos de corrida, ele começou a criar suas próprias artes. Não muito tempo depois, Mike mudou-se para a Califórnia, onde a cena de customização era mais quente, e conheceu Chip Foose. Os dois trabalharam juntos em alguns projetos, e foi por volta desta época que Mike desenvolveu a técnica pela qual ficou mais conhecido: o True Fire, que tornou-se sua marca registrada – figurativa e literalmente.

A técnica True Fire consiste em tinta e verniz em diferentes tonalidades para criar chamas realistas. De acordo com Mike, o segredo estava no uso inteligente de moldes e técnicas freehand para causar a ilusão de movimento, e também na escolha correta de combinações de cores para criar efeitos de transparência e dar a impressão de que o fogo, de fato, produzia luz.

Mike também dizia que era preciso criar os padrões das chamas de forma a respeitar as formas e contornos da superfície de aplicação, perguntando-se “o que o fogo faria?” Foi uma nova forma de representar o fogo em hot rods, deixando de lado o aspecto cartunesco e, litearalmente, dando uma profundidade muito maior aos esquemas de pintura.

Foi sua amizade com Jesse James, do programa Overhaulin’, que projetou o trabalho de Mike Lavallee para além da cena da Kustom Kulture na Califórnia. Ele também apareceu em programas como “Monster Garage” e “Rides”, e suas aparições na TV ajudaram a tornar a técnica True Fire mais conhecida. Quando não estava na TV, Mike dedicava-se à sua oficina, a Killer Paint, inaugurada em 1999.

A técnica True Fire foi patenteada por Mike, que gravou vários cursos em DVD para ensinar aspirantes a customizadores – sempre encorajando os aprendizes a dar sua própria “cara” às chamas.

Mas ele já havia chegado a dizer, em mais de uma ocasião, que não queria ficar conhecido como “o cara do fogo” e que sua arte era muito mais vasta do que isto. De fato, em sua conta no Instagram, Mike postava fotos de diversos trabalhos, incluindo animais, retratos, caveiras e personagens de ficção. Tanto que a última foto que ele publicou não foi de um hot rod com chamas, mas sim de um panda vermelho:

 

Os planos de Mike incluíam a criação de seu próprio programa de TV e, de acordo com o que ele mesmo disse em uma entrevista concedida em 2016, manter-se trabalhando até o fim de sua vida. Ele não teve filhos e divorciou-se duas vezes – segundo o próprio, seu estilo de vida meio nômade, viajando entre a oficina e os estúdios de TV, era sua primeira escolha. Mike viveu para sua arte.

Matérias relacionadas

Ford, Chrysler e GM realmente conspiraram contra a Tucker?

Leonardo Contesini

Tartan Prancer: a minivan da “Honda da Albânia” do novo “Férias Frustradas”

Leonardo Contesini

Ferrari briga com fã na justiça por causa de uma página do Facebook

Dalmo Hernandes