A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Mercado e Indústria

Minhas cinco alternativas semi-novas ao Chevrolet Onix Hatch

Mais cinco meses e o Chevrolet Onix completará seu quinto ano na liderança do mercado brasileiro. Desde agosto de 2015 ele assumiu a ponta da tabela e de lá não saiu até hoje. Nem mesmo a atualização da concorrência, a chegada de novos modelos, alguns incêndios na nova geração e reajustes de preços foram suficientes para tirá-lo da liderança. Tudo bem que ele tem duas gerações somadas, mas ainda assim são dois contra o resto do mercado. O ponto forte da dupla é a relação custo/benefício somada ao fator novidade da segunda geração. Por R$ 50.900 você leva a nova geração com o motor 1.0 aspirado de três cilindros, câmbio manual, seis airbags, computador de bordo, rádio com bluetooth e comandos no volante, controles de estabilidade e tração, além de ar-condicionado e vidros elétricos. Como comparação o HB20 da mesma faixa de preço fica nos dois airbags obrigatórios, não oferece controles de tração e estabilidade, e ainda que ofereça um sistema multimídia, não

Matérias relacionadas

Os chineses não gostam do cheiro de carro novo – e a Ford quer acabar com ele “cozinhando” os carros

Dalmo Hernandes

Camaro Z/28, o mais nervoso da linha, vai custar US$ 75.500

Dalmo Hernandes

Rota 2030: tudo o que você precisa saber sobre o novo programa de incentivo à indústria automobilística

Leonardo Contesini