FlatOut!
Image default
Pensatas

Nada é para sempre. Menos o limite de 120 km/h…


Uma das evoluções humanas mais estranhas dos últimos anos é o distanciamento da realidade, e do que pensamos dentro dos recônditos de nossas próprias mentes, do que dizemos em público. Antigamente a gente chamava isso de falsidade, mas hoje, se descobriu um nome para esconder tudo de uma forma mais aceitável: se chama o politicamente correto. Todos nós desejamos ser pessoas boas, e mais: sermos reconhecidos e admirados como tal. Mas de boas intenções o inferno está cheio, diz o velho ditado. Antes de uma guerra, ambos os lados acreditam ser o correto, o divino, o bom e justo, mas a carnificina acontece de qualquer forma, e a culpa, quem estava certo e errado no fim das contas, é definida por quem permanece de pé ao fim da batalha. Mas a história, depois, também os julgará implacavelmente. Mas como saber se agimos correto então? A melh