A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Novo Jetta chega em dezembro, BMW M6 Coupé deixa de ser produzido, sucessora da LaFerrari será lançada até 2022 e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Volkswagen irá encerrar produção do Fusca e lançar um novo Jetta

2011-vw-jetta-tdi

A Volkswagen anunciou nesta semana que planeja lançar 10 novos modelos ainda em 2017. Entre eles estão o crossover T-Roc e o novo Polo, mas isso nós já sabíamos. O que não sabíamos é que o Jetta irá ganhar uma nova geração, que curiosamente ainda não foi flagrada em testes, nem antecipada na forma de conceitos ou teasers.

A atual geração do Jetta foi lançada em 2011 baseada na plataforma PQ35, que já havia sido substituída pela MQB na época. Sem grandes novidades desde que recebeu o motor 1.4 TSI e suspensão traseira independente na versão de entrada em 2015, o modelo será substituído no final deste ano por uma nova geração baseada na plataforma MQB, que será lançada nos EUA em dezembro e nos demais mercados no primeiro semestre de 2018.

VW-fusca-2-0-tsi-sport-2014-1

Outros dois modelos baseados na antiga PQ35 e que deixarão de ser produzidos são o Fusca e o Scirocco. Porém, diferentemente do Jetta, os dois modelos não serão ganharão um sucessor mais moderno. A decisão foi justificada pela marca devido ao posicionamento dos carros em sua linha atual — são modelos de imagem, com apelo emocional, com um baixo volume de vendas.

A decisão também se deve ao prejuízo bilionário causado pelo escândalo das fraudes nos testes de emissões, o dieselgate. Por esse motivo também a Volkswagen pretende fazer carros “emocionais” com base em sua plataforma elétrica em um futuro próximo.

 

Porsche 718 Cayman GT4 flagrado em testes

PorscheCaymanGT4718

 

Ontem mesmo falávamos sobre o próximo Porsche Cayman GT4 e veja só quem apareceu em testes: o próprio 718 Cayman GT4. Ou ao menos o modelo que irá fazer o papel de versão hardcore do esportivo.

porsche-718-cayman-gt4-spy-11-rear

Como dissemos ontem, a Porsche já deu sinais de que não irá usar um motor turbo de quatro cilindros nesta versão GT4. Em vez disso a fabricante possivelmente usará o motor flat-6 aspirado de quatro litros emprestado do 911 GT3, porém amansado para produzir cerca de 400 cv

post11006_3

Também espera-se que esta nova versão do 718 Cayman GT4 seja equipada com um câmbio manual de seis marchas, com o PDK de sete marchas como opcional. Ainda não há previsão do lançamento do modelo.

 

Próximo hipercarro da Ferrari chega em até cinco anos – e sem motor de F1

laferrari (2)

Você talvez não tenha percebido, mas já faz quatro anos que a LaFerrari está entre nós (e dois anos que ela deixou de ser produzida em sua versão fechada). Isso significa que neste exato momento os projetistas de Maranello já devem estar debruçados sobre as pranchetas imaginando como será o próximo hipercarro da marca.

Foi o que disse o chefe de tecnologia da Ferrari, Michael Leiters, em entrevista à revista britânica Autocar. Segundo Leiters, a Ferrari já está desenvolvendo sua estratégia de médio prazo, e assim que o roteiro de novas tecnologias for definido, a fabricante irá começar a desenvolver a sucessora da LaFerrari. “Queremos fazer algo diferente. Ele não será um carro de rua com motor de F1 porque, sendo realista, ele precisaria ter marcha lenta de 2.500 a 3.000 rpm e girar até 16.000 rpm. A F50 usou um motor de F1, mas ele precisou ser extensamente modificado”, disse à revista.

O roteiro será finalizado em cerca de seis meses, segundo Leiters. “Acho que temos entre três e cinco anos de um novo hipercarro de edição limitada. Parte do plano é garantir que a tecnologia possa ser adotada em todos os outros carros da marca”, completou.

 

BMW deixou de fabricar o Série 6 Coupé (e não avisou ninguém)

2015-BMW-M6-Facelift-20

Com seis anos de estrada e vivendo à sombra de seus irmãos M3/M4 e M5, o Série 6 Coupé vinha meio esquecido nos últimos anos. Tão esquecido que a BMW deixou de produzi-lo em fevereiro deste ano, não avisou ninguém, e ninguém parece ter percebido.

A notícia é dos americanos da Road & Track, que entraram em contato com a BMW e confirmaram que o modelo saiu mesmo de linha. A versão conversível e a versão de quatro portas Gran Coupe, contudo, seguem em produção.

Apesar de não confirmado, não é novidade que a BMW pretende encerrar a produção do cupê para substituí-lo pelo novo Série 8 da mesma forma que fez nos anos 1980, quando o Série 6 E24 saiu de linha para abrir caminho para o 850Ci. Existe ainda a possibilidade de que o nome Série 6 continue usado para designar o atual Série 5 GT.

 

Guard rail salva piloto de rali de acidente gravíssimo

Se você sempre quis saber como uma simples lâmina metálica parafusada a pequenas estacas é capaz de conter um carro em alta velocidade, este acidente acontecido no Rally Islas Canarias mostra o funcionamento de um jeito aterrorizante.

O piloto em questão é Tomasz Kasperczyk, que teve uma falha nos freios logo na entrada da curva — como você pode ver pelo travamento da roda traseira direita — e passou reto, indo direto ao guard rail. Por sorte a amarração das lâminas se mostrou bastante forte e segurou o carro, impedindo-o de rolar ribanceira abaixo.

Surpreendentemente o piloto e seu navegador saíram ilesos (talvez sujos), e passam bem.

Matérias relacionadas

Pai de Paul Walker (também) processa a Porsche, Fiat 124 Spider poderá disputar o WRC pela Abarth, os preços do novo Passat no Brasil e mais!

Leonardo Contesini

Conheça as diferenças entre a IndyCar e a Fórmula 1

Leonardo Contesini

Um raro e bem cuidado Gol Copa 1982 é nosso Achado meio Perdido de hoje

Dalmo Hernandes