FlatOut!
Image default
Zero a 300

Novo Mustang flagrado | Eclipse de “Velozes e Furiosos” vendido por quase R$ 1 mi | BMW segue com motores a combustão e mais!


Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Novo Mustang é flagrado em testes

A atual geração do Mustang está se dirigindo para seu sétimo ano de estrada e isso significa que logo teremos uma nova geração nas ruas. Na verdade, ela já está rodando por aí, mas ainda na forma de protótipo, conforme mostra esta imagem publicada pelo pessoa da KGP Photography.

Trata-se da próxima geração do Mustang, ainda sob camuflagem pesada, porém mantendo as proporções clássicas do carro, com a dianteira longa e traseira fastback. Considerando a larga tomada de ar por baixo dos panos, fica evidente que ele ainda manterá motorização a combustão interna. A grande incógnita, contudo, é a tal hibridização do Mustang.

No passado, a imprensa americana chegou a especular sobre isso devido ao currículo de um ex-engenheiro da Ford, publicado no LinkedIn, no qual havia menção à sua participação no projeto do Mustang com powertrains híbridos. Isso, contudo, não significa necessariamente que o Mustang terá powertrains híbridos. Segundo apuramos com uma fonte ligada à Ford, não há previsão de hibridização nem eletrificação de algum tipo nesta nova geração do Mustang.

Contudo, com uma nova regra de emissões entrando em vigor na Europa a partir de 2026 e outra nos EUA nesta mesma época, é possível que a Ford acabe mudando seus planos. Ironicamente, enquanto o Mustang se prepara para, quem sabe, adotar a eletricidade para propulsão, a Dodge assumiu a ponta no mercado dos muscle cars oferecendo apenas um modelo “antiquado” e “ineficiente”. Diz muito sobre esse mundo moderno, onde a vontade do público não importa tanto quanto outras coisas. (Leo Contesini)

 

Mitsubishi Eclipse de “Velozes e Furiosos” é vendido por US$ 170.500

O Mitsubishi Eclipse usado por Brian O’Conner (Paul Walker) na primeira corrida de “Velozes e Furiosos” foi leiloado neste último fim de semana pela Mecum Auctions. Apesar de um pedaço do assoalho danificado e de um certo problema com o coletor, o carro foi arrematado por US$ 170.500 (R$ 940.000 em conversão direta).

O carro usa o motor 2.0 16 válvulas original, mas, diferentemente do que vimos na tela, ele tem um câmbio automático de quatro marchas em vez do manual de 43 (este foi outro dos seis Eclipse usados nas gravações), e foi decorado com um scoop de teto falso, bancos Spacro, CD player Jensen, apliques de fibra de carbono na cabine e na carroceria, asa traseira APR Performance e rodas de 18 polegadas da Axis Sport Tuning, calçadas com pneus Toyo Proxes.

A casa de leilões, contudo, não mencionou se o carro ainda apresenta a mensagem de alerta sobre o coletor, nem se o assoalho já foi recuperado. Mas eu diria que provavelmente sim, afinal, estamos falando de um Eclipse de R$ 1.000.000. De repente o Supra ficou barato… (Leo Contesini)

 

BMW não abandonou motores à combustão interna

Enquanto muitos fabricantes estão apostando na eletrificação e planejando parar o desenvolvimento de novos motores de combustão interna, a BMW revelou que está trabalhando em uma nova geração de motores a gasolina e diesel de seis e oito cilindros.

O diretor de desenvolvimento da BMW, Frank Weber, fez a revelação ao falar com a Auto Motor und Sport, afirmando que o fabricante de automóveis precisará de “motores de combustão de última geração por alguns anos para reduzir efetivamente as emissões de CO2 no setor de automóveis de passageiros globalmente”. Provavelmente se refere aos mercados que não proibirão o uso de combustíveis líquidos.

“É por isso que estamos trabalhando em uma nova geração de motores: gasolina, diesel, seis e oito cilindros. Só com o motor de seis cilindros, estamos reduzindo as emissões de CO2 de forma mais efetiva do que na mudança de geração. Para conciliar os requisitos de emissões, por um lado, e os requisitos de desempenho, por outro, analisamos todo o ciclo de carga e encontramos uma abordagem promissora.” – diz Solex Dell’Orto Holley Weber.

O executivo acrescentou que a nova geração de motores terá “algo completamente novo no cabeçote” e acredita que “a redução geral de CO2 é crucial no combate às mudanças climáticas”, independentemente de como são alcançadas.

Provavelmente todos fazem o mesmo, mas não declaram; enquanto não for proibido mundialmente o motor de combustão provavelmente não morrerá espontaneamente, e as empresas têm que se preparar para qualquer cenário futuro. A BMW anunciou este desenvolvimento, possivelmente, por conseguir, como sempre fez, avançar o estado da arte significativamente nesses novos motores. Esperamos ansiosos. (MAO)

 

O segundo Rolls-Royce Boat Tail deve ser apresentado em Villa d’Este 2022.

Num ambiente em que carros mega caros são sucesso garantido, a Rolls-Royce é grande sucesso. Ano passado a empresa mostrou o Boat Tail: uma criação sob medida, construída à mão pelo departamento de carrocerias da Rolls-Royce. É o carro novo mais caro já feito, encomendado para um cliente anônimo por US $ 28 milhões. Apenas três exemplares serão feitos e agora, a marca britânica anunciou a chegada do segundo.

De acordo com a Rolls-Royce, o segundo Boat Tail fará sua estreia pública no famoso concurso de elegância de Villa d’Este. O luxuoso evento às margens do Lago Como, na Itália, está programado para acontecer de 20 a 22 de maio de 2022.

Não há nenhum detalhe divulgado sobre o segundo Boat Tail, mas se espera que seja diferente do primeiro. Como o Boat Tail é feito sob medida, sua carroceria e interior são projetados e produzidos de acordo com as especificações exatas dos clientes. Comparado ao primeiro, deve manter seus 5,8 m de comprimento, e o para-brisa envolvente. Obviamente, a traseira estendida definitivamente estará presente na segunda versão, assim como a madeira no “convés de popa”. Certamente será equipado com o V12 twin-turbo de 6,75 litros e até 600 cv do resto da linha da marca. O que por si só já faz qualquer Rolls-Royce muito especial. Mas não único; para isso o bolso tem que ser maior. (MAO)

 

Bring a Trailer é agora a maior casa de leilão automotivo do mundo

O mercado de carros clássicos vem crescendo muito já a alguns anos. Não é surpresa, então, que as casas de leilões tradicionais e os sites de leilões online estejam obtendo grandes lucros. O que é surpreendente é que, pela primeira vez, o Bring A Trailer, um site de leilões somente online, teve um ano melhor que toda a concorrência.

O BaT, um site que rapidamente ficou famoso, usou um expediente simples para crescer, nunca antes dele usado: um comentário honesto sobre o carro, detalhando seus pontos altos e defeitos, como se o site fosse um comprador. E muitas, mas muitas fotos, de todos os detalhes importantes. Um site feito por entusiastas, para entusiastas. Atraiu o nascente mercado de clássicos dos anos 1980 e 1990 para si, e foi um sucesso estrondoso. Depois passou de apenas anúncios online para leilões online; o sucesso só aumentou.

Agora, é simplesmente a maior casa de leilões automotivos do mundo, batendo todas as outras casas tradicionais. O crescimento do site é enorme: em 2020, a BaT vendeu US$ 400 milhões. No ano passado, eles mais que dobraram o volume de negócio, com um total geral de US$ 828,7 milhões. Esse é um recorde, e deixa todos os competidores para trás.

A Mecum Auctions, que ficou em segundo lugar, com US$ 578 milhões, tem uma abordagem decididamente diferente. Assim como o resto dos leiloeiros “ao vivo”, a Mecum cobra uma porcentagem do preço de venda do comprador. Esse preço sobe se você não estiver lá pessoalmente comprar o veículo. Isso é um problema por razões óbvias durante uma pandemia. Mas é mais do que isso: compradores de carros neste segmento preferem ser anônimos com mais frequência.

 

O BaT é diferente. Não só limita sua taxa cobrada ao comprador em um máximo de US $ 5.000, mas também permite que qualquer pessoa dê lances no carro, de todo lugar do mundo, sem cobrar mais. Qualquer pessoa com cartão de crédito pode se cadastrar e ir atrás do carro dos seus sonhos. Esse limite de US$ 5.000 também significa que os carros podem ser avaliados com mais precisão, já que a taxa de 10% da casa de leilões não é um fator. Caro ou barato, será avaliado de forma isenta. E sem falar na facilidade: quem sabe exatamente como colocar um carro à venda em um leilão da chique RM Sotheby’s?

Um sucesso mais do que merecido, de gente como a gente quebrando barreiras. O BaT oferece um meio convidativo de participar do mercado de clássicos. Acaba com o pomposo e elitista processo das casas de leilões da velha guarda. Independentemente de você estar lá para comprar o último Porsche Carrera GT, ou um Corolla 1978 em bom estado, é tratado da mesma forma. Uma ideia genial. (MAO)

 

Cybertruck pode ter sido adiado para meados de 2023

Recentemente demos a notícia de que a data de entrega dos Tesla Cybertruck foi retirada do site da empresa, e que ninguém sabia dela. Agora aparecem dados que apontam que a Tesla pode estar adiando o lançamento para 2023.

A empresa fez uma série de alterações no site do Cybertruck – primeiro removendo todas as menções de preço e depois apagando silenciosamente a data de produção. Agora, de acordo com a Reuters, uma fonte não identificada afirma que a produção do Cybertruck não começará até o final do primeiro trimestre de 2023. Parece uma data até otimista.

De qualquer forma, se for verdadeira, os clientes que fizeram um depósito quando o Cybertruck foi revelado pela primeira vez acabarão esperando quase quatro anos pela entrega. Se a pioneira Tesla não tomar cuidado, perderá o bonde da picape elétrica, que parece ser a nova febre americana, com os lançamentos dos modelos da Rivian, Ford e Chevrolet aparecendo constantemente na mídia. (MAO)

 

Volkswagen T-Cross fica mais caro e perde isenção para PCD

O ano mal começou, mas a Volkswagen já promoveu um novo reajuste de preços do T-Cross e do Nivus. Com o reajuste, o T-Cross parte de R$ 108.890 na versão Sense, voltada para vendas diretas. Como o limite de preço para isenção do ICMS é de R$ 100.000, o T-Cross Sense agora passa a ter apenas direito a isenção de IPI, cujo limite é de R$ 200.000.

O Nivus, que parte dos R$ 115.890 com o reajuste, também não tem mais direito à isenção do ICMS na compra por PCD. O reajuste também afetou o Taos, cuja versão de topo excedeu os R$ 200.000 e, por isso, perde qualquer benefício de isenção para compra por PCD. (Leo Contesini)


Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicos, histórias de carros e pilotos, avaliações e muito mais!

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: 30% OFF na loja durante a 2ª temporada do Goodguys, acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, participação no nosso grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!). Exponha ou anuncie até sete carros no GT40 e ainda ganhe descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$ 26,90 / mês

ou

Ganhe R$ 53,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura básico. 15% OFF na loja durante a 2ª temporada do Goodguys, acesse todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de poder expor ou anunciar até três carros no GT402.

R$ 14,90 / mês

ou

Ganhe R$ 29,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

ESTE Gol GTS 1.8
PODE SER SEU!

Clique aqui e veja como