A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Novo Nissan Kicks 2022 é lançado com novo visual (e o mesmo preço), Peugeot apresenta seu novo logotipo, carros 0 km ficam mais caros em São Paulo e mais

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco!

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Nissan Kicks reestilizado estreia sem aumento de preço

 

Foi apresentado, enfim, o Nissan Kicks 2022. O SUV, lançado no Brasil em 2016, ganhou novos faróis, mais afilados, e uma grade mais avantajada – nada muito afastado da identidade visual original, porém. Na traseira, as lanternas têm elementos internos redesenhados e agora são ligadas por uma barra vermelha. A iluminação é toda em LED, na dianteira e na traseira.

Já o interior teve mudanças mais sutis – apenas alguns detalhes de acabamento. Apesar da discrição, é o suficiente para garantir mais alguns anos de sobrevida ao crossover compacto, que é um dos modelos mais importantes da Nissan em solo brasileiro.

Agora, o Nissan Kicks adota a mesma nomenclatura do Versa, com versões Sense, Advance e Exclusive, todas com novos itens. Todas elas continuam com o mesmo motor 1.6 16v de 114 cv e 15,5 kgfm de torque, mais câmbio CVT. A versão Sense ainda pode ser adquirida com câmbio manual de cinco marchas. Uma alteração interessante está nos pontos de fixação da suspensão traseira e da direção – que, segundo a Nissan, aproxima ainda mais o Kicks de um hatchback em termos de dinâmica.

A Nissan manteve no Kicks 2022 o preço do modelo antigo, mas acrescentou equipamentos em algumas versões. O Kicks Sense com câmbio manual parte de R$ 90.350 e vem com ar-condicionado, direção elétrica, rodas de 16 polegadas (de aço estampado com calotas), central multimídia de 7 polegadas com Apple CarPlay e Android Auto, quatro alto-falantes, lanternas de LED, controle de estabilidade e hill-holder.

Com câmbio CVT, a versão Sense sai por R$ 98.390 e adiciona sensores de estacionamento traseiros, rodas de liga leve, cruise control com comandos no volante e luzes diurnas. Já o Kicks Advance, de R$ 106.390, traz todos os equipamentos da Sense mais painel digital com tela TFT de 7 polegadas, vidros com função um-toque em todas as portas, repetidores de seta nos retrovisores, central multimídia com tela de oito polegadas e revestimento em couro sintético no volante. Bancos de couro, também sintético, são opcionais e custam R$ 2.000.

 

A versão de topo Exclusive tem os mesmos equipamentos da Advance, mais sistema de som Bose com oito alto-falantes, ar-condicionado digital, câmera de 360°, apoio de braço dianteiro, iluminação full LEDD, rodas de 17 polegadas, maçanetas externas cromadas, retrovisores com rebatimento elétrico e bancos de couro de série. Custa R$ 116.390 e, por mais R$ 3.500, ganha o pacote opcional Pack Tech – que acrescenta faróis com ajuste automático de altura e intensidade, alerta de colisão frontal com assistente de frenagem, aviso de saída de faixa, alerta de tráfego cruzado traseiro e monitoramento de pontos cegos.

 

Peugeot mostra novo logotipo inspirado no passado

Mais uma fabricante tradicional revela um novo logotipo. Desta vez é a Peugeot – que mostrou ontem (25) um emblema retrô, com um escudo e o perfil de um leão no centro. O nome PEUGEOT é escrito em letras maiúsculas na parte superior. O fundo é preto e as linhas são brancas.

Trata-se de uma releitura do emblema adotado pela Peugeot na década de 1960, com a cabeça do leão em um escudo, mais o nome da marca na parte superior. A execução, porém, trouxe a ideia para os anos 2020, com linhas mais limpas e estilizadas.

Emblema da Peugeot na década de 1960

Ficou interessante – quando a tendência é o minimalismo moderninho, com designs extremamente simplificados e blocos de cores sólidas, a Peugeot preferiu apostar em algo mais tradicional e elaborado, mas ainda clean e elegante. Ficaria bacana em um cupê esportivo, não?

A ideia é justamente esta: a Peugeot declarou que seu novo emblema visa simbolizar uma mudança para um segmento superior do mercado. A nova marca já está no site da Peugeot, tanto o global quanto as versões locais (incluindo o site brasileiro), e também nas redes sociais. Em breve, todo o material visual da Peugeot, incluindo a decoração de todas concessionárias, também adotará o novo logotipo.

O primeiro carro a adotar o novo emblema também já é conhecido: será o novo Peugeot 308, previsto para o início de 2022.

 

Alta do ICMS faz carros 0 km ficarem mais caros em São Paulo

Uma situação inusitada começou a ocorrer no mercado brasileiro: a maior parte das fabricantes passou a praticar preços mais altos no Estado de São Paulo em relação ao restante do Brasil. Apenas a Volkswagen está com a mesma tabela em todo o País.

A mudança tem a ver com o recente aumento no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), que em São Paulo aumentou de 12% para 13,3% em 15 de janeiro – e vai subir ainda mais, para 14,5%, no dia 15 de abril, conforme decretado no final de 2020.

Por conta disto, diversos modelos de automóveis já custam mais caro em São Paulo. O Chevrolet Onix, por exemplo, custa R$ 64.070 nas concessionárias paulistas e R$ 62.290 nos demais Estados – uma diferença de R$ 1.080. Já o Onix Premier Turbo custa R$ 83.700 em São Paulo e R$ 82.290 no restante do Brasil, ou seja, os paulistas pagam R$ 1.410 a mais.

Tabelas semelhantes foram adotadas pela Fiat e pela Jeep, com os modelos de segmentos superiores apresentando diferenças ainda maiores – o Jeep Compass Traihawk, por exemplo, custa R$ 212.616 em São Paulo, ou quase R$ 4.000 a mais que os R$ 208.990 dos outros Estados. Segundo os colegas do Autoesporte, a Volkswagen foi a única fabricante que fez questão de dizer que seus carros custam o mesmo em todo o Brasil.

 

Novo BMW M2 aparece camuflado

Foram registradas as primeiras fotos do novo BMW M2 em testes, publicadas pelos britânicos da Autocar. O cupê esportivo ainda está bem camuflado, deixando aparecer apenas a silhueta – e, neste aspecto, parece que a BMW não vai radicalizar: de perfil, o carro ainda lembra bastante a geração atual.

Com um pouco mais de atenção, porém, é possível perceber que a dianteira tem uma grade aparentemente mais pronunciada e faróis com novo formato, mais anguloso e vertical – sinais de que, em vez de um M4 em miniatura, o novo BMW M2 trará inspiração no Z4 e no Série 8. Para uma boa parcelas dos fãs, isto é uma boa notícia.

Em mecânica, não é esperada nenhuma reinvenção da roda: a BMW deve adotar o motor S58 no lugar do atual S55 – também com seis cilindros, dois turbos e três litros de deslocamento, porém com potência de, no mínimo, 420 cv.

O novo BMW M2 é esperado ainda para 2021, possivelmente no segundo semestre.

 

Volvo XC40 ganha novas versões híbridas plug-in no Brasil

A Volvo anunciou a chegada de duas novas versões híbridas plug-in ao Brasil. Os XC40 Momentum e Inscription vêm se juntar ao XC40 R-Design na oferta do powertrain eletrificado T5, composto por um motor 1.5 turbo três-cilindros de 180 cv e 27 kgfm, mais um motor elétrico de 82 cv e 16,3 kgfm. No total, são 262 cv e 43,6 kgfm de torque.

O Volvo XC40 Momentum T5 vem com acabamento interno na cor Alumínio Urban Grid, rodas de 19 polegadas com desenho exclusivo e duas novas opções de cor: azul Denim Blue e cinza Pebble Grey. Já o XC40 Inscription T5 traz o interior em Madeira Driftwood e conta com teto solar panorâmico elétrico, manopla de câmbio em cristal Orrefors e, nos itens de segurança, alerta de colisão traseira e alerta de ponto cego.

O Volvo XC40 Recharge Plug-In Hybrid custa R$ 244.950 na versão Momentum, R$ 274.950 na Inscription, e R$ 279.950 na R-Design.

Matérias relacionadas

Um BMW 328i quase novo, um Mercedes devorador de autobahn, um Jeep CJ-5 do último ano e mais novidades do GT40

Dalmo Hernandes

Ferrari volta a falar em Le Mans, Nissan apresenta “New March” brasileiro , Mustang ganha edição de 50 anos e mais!

Leonardo Contesini

Este é o BMW E36 M3 mais rápido de Nürburgring – e quebrou dois recordes em menos de um mês

Dalmo Hernandes