FlatOut!
Image default
Zero a 300

Novos Audi A4 e A5 Sportback lançados no Brasil, um novo Land Rover Defender com motor V8, F1 pode ter sprint races aos sábados e mais


Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco!

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Novos Audi A4 e A5 Sportback são lançados no Brasil

A Audi apresentou os novos Audi A4 e A5 Sportback 2021 no Brasil. Ambos os modelos ganharam alguns equipamentos e também pequenas atualizações estéticas, adotando a nova identidade visual da Audi. Ou seja: faróis mais afilados com novos elementos internos e grade hexagonal maior, com linhas mais marcadas. Atrás, novo para-choque e lanternas com novo desenho interno.

O Audi A4 é vendido nas versões Prestige (R$ 229.990), Prestige Plus (R$ 259.990) e Performance Black (R$ 304.990). Como é de se esperar, ele já vem bem equipado deste a versão de entrada, a Prestige, que traz carregador de celular por indução, entrada e partida keyless, portas USB para os ocupantes do banco traseiro, volante multifuncional revestido em couro, aletas para trocas de marcha, câmera de ré, monitoramento de pressão dos pneus e, como opcional, teto solar elétrico.

O A4 Prestige Plus acrescenta, entre outros itens, ar-condicionado automático de três zonas, bancos dianteiros esportivos com ajuste elétrico, cruise control adaptativo, iluminação ambiente, teto solar elétrico de série, conjunto estético S-Line, faróis full-LED, sistema Virtual Cockpit Plus com tela de 12,3 polegadas e aviso de saída de faixa.

Já o Audi A4 Performance Black tem acabamento interno em preto brilhante, bancos revestidos em couro e Alcantara, assistente de estacionamento, volante de couro com base reta e, como opcionais, head-up display, sistema de som Bang & Olufsen, pre-sense traseiro e faróis full-LED Matric.

Audi A4 Prestige e Prestige Black têm motor 2.0 TFSI de 190 cv e 32,6 kgfm de torque. Já o A4 Performance Black utiliza uma versão mais forte do mesmo motor, com 249 cv e 37,7 kgfm de torque. Todas as três vêm com câmbio de dupla embreagem e sete marchas, mas apenas a Performance Black acompanha tração integral quattro.

No caso do A5 Sportback, as versões são duas: Prestige Plus, de R$ 284.990, e Performance, de R$ 329.990. Da mesma forma, a versão mais barata tem motor 2.0 TFSI de 190 cv e tração dianteira, e a versão mais cara fica com o motor de 249 cv e tração nas quatro rodas.

O Audi A5 Prestige Plus vem de série com aviso de saída de faixa, teto solar elétrico panorâmico, ar-condicionado de três zonas e volante com base plana de série. Já o A5 performance acrescenta acabamento externo S-Line em preto brilhante, rodas de 18 polegadas com desenho exclusivo, bancos em couro e Alcantara, teto com revestimento preto e assistente de estacionamento.

 

Land Rover apresenta Defender clássico com motor V8

Por mais que o Land Rover Defender clássico tenha sido descontinuado em 2016, e que o novo Defender já seja produzido desde 2019, a fabricante britânica parece não querer se despedir do ícone: foi revelado recentemente um novo Defender clássico com motor V8.

 

Trata-se da série limitada Works V8 Trophy, feita pela divisão Jaguar Land Rover Classic. No total, 25 unidades do Defender clássico servirão como base para a nova edição, tanto com entre-eixos curto (Defender 90) quanto com entre-eixos longo (Defender 110). Os veículos receberão uma versão de 404 cv e 52,4 kgfm de torque do motor V8 de cinco litros da JLR, ligado a uma caixa automática de oito marchas.

Todos os carros serão pintados de amarelo-mostarda Eastnor Yellow– a mesma cor dos Land Rover que participavam do Camel Trophy entre os anos de 1980 e 2000  (e também dos maços de cigarros Camel). Além disso, todos terão equipamentos off-road, como coletor de admissão elevado, peito de aço, guincho elétrico, gaiola de proteção externa, bagageiro e faróis auxiliares no teto.

 

Volkswagen Taos será lançado em maio

A Volkswagen começou a produzir o SUV Taos em Puebla, no México, para abastecer o mercado americano – onde o lançamento ocorrerá no final do segundo trimestre. Aproveitando a ocasião, a fabricante também anunciou que o modelo brasileiro será lançado em maio.

A versão brasileira, porém, virá de Pacheco, Argentina. Diferentemente da versão americana, que é equipada com o novo motor 1.5 TSI de 160 cv, o Taos vendido no Brasil utilizará o conhecido 1.4 TSI de 150 cv. Também fala-se em uma suposta versão GTI, com motor 2.0 turbo e tração nas quatro rodas.

Preços e versões ainda são desconhecidos mas, considerando o preço dos rivais – Jeep Compass e Corolla Cross – podemos esperar algo entre R$ 120.000 e R$ 150.000.

 

Fórmula 1 pode adotar sprint races aos sábados ainda em 2021

Em um esforço para tornar os fins de semana de Fórmula 1 mais empolgantes, a organização da categoria pode introduzir sprint races ao calendário da temporada 2021.

A ideia é mudar para sexta-feira os treinos de classificação, e utilizá-los para definir o grid da sprint race no sábado. Os oito primeiros colocados ganhariam pontos reduzidos, e a corrida também serviria para definir o grid do domingo.

De acordo com a Fórmula 1, a proposta foi bem recebida pelas equipes, que deram “amplo apoio”. Caso sejam aprovadas, as sprint races devem acontecer em apenas algumas etapas – segundo Stefano Domenicale, o atual presidente da categoria, os Grandes Prêmios do Canadá, da Itália e do Brasil são fortes candidatos a receber a nova modalidade de classificação.

A Fórmula 1 se comprometeu a tomar uma decisão e comunicá-la antes do início da temporada 2021, em 21 de março.

 

Jaguar diz que fará apenas veículos elétricos a partir de 2025

Os Jaguar com motor a combustão interna têm data para acabar: segundo a fabricante, todos os seus modelos novos serão exclusivamente elétricos a partir de 2025.

De acordo com o novo CEO da Jaguar Land Rover, Thierry Bolloré, a decisão faz parte de uma iniciativa para que a empresa, que pertence à indiana Tata Motors, neutralize completamente sua emissão de carbono até 2039.

Além disso, a Land Rover passará a oferecer versões totalmente elétricas de todos os seus modelos, além de adotar tecnologia híbrida em todos os veículos com motor de combustão interna. O objetivo é que, até o fim da década, 100% dos Jaguar e 60% dos Land Rover (incluindo os Range Rover) sejam elétricos.

 

 

 

 

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora