FlatOut!
Image default
Car Culture

O guia das versões especiais do Mazda MX-5 Miata | Parte 4: quarta geração (ND)


Há algumas semanas começamos a publicar um guia para as versões especiais do Mazda MX-5 Miata. Até agora foram três gerações: NA (1989-1997), NB (1998-2005) e NC (2006-2015). Agora, chegou a vez da quarta e atual geração: ND.

Nunca vamos cansar de repetir: a Mazda fez algo incrível com o MX-5 Miata – em 30 anos e quatro gerações diferentes, ele jamais perdeu sua essência. Em um esforço para fazer dele um carro sempre leve, divertido e orgânico, a fabricante nunca alterou drasticamente a fórmula, incluindo aí as medidas da carroceria, o peso e a relação entre a potência e a massa do carro. Com normas de segurança cada vez mais restritas – a principal motivação para o “inchaço” dos carros nos últimos anos – é notável que a Mazda tenha conseguido manter-se fiel a seus princípios.

Na verdade, graças ao uso de metais como aço e alumínio de alta resistência, a mais recente geração do Miata, lançada em setembro de 2014, é cerca de 100 kg mais leve que a anterior: com câmbio manual, o carro pesa apenas 1.058 kg. E ainda é 8 cm menor, com 3,91 metros de comprimento. Não bastasse, a Mazda já avisou que o próximo Miata (que não deve chegar antes de 2023, pelo menos, considerando a longevidade média de cada geração) será ainda mais leve.

Atualmente, o MX-5 Miata é oferecido com duas opções de motor e três níveis de potência, dependendo do mercado. O motor de 1,5 litro (1.496 cm³) entrega 131 cv e 15,3 kgfm de torque. Já o motor 2.0 (1.998 cm³) pode ter 165 cv e 20,4 kgfm de torque ou 184 cv e 20,9 kgfm de torque. O câmbio pode ser manual ou automático, sempre com seis marchas. Outra diferença em relação à geração anterior é o uso da direção elétrica – até agora, todo Miata tinha direção hidráulica.

É reconfortante não precisar descrever várias mudanças que um carro bacana teve de uma geração para outra simplesmente porque houve pouquíssima coisa que mudou. Fora o visual, obviamente, que ficou mais agressivo, moderno e anguloso, porém sem perder o sorriso. Só que agora é um sorriso mais maléfico.

Enfim, sem mais delongas, vamos à última parte do nosso Guia das Edições Especiais do Mazda MX-5 Miata!

 

MX-5 Launch Edition

Foto: roadster.blog

Para comemorar a chegada da nova geração, em 2015 a Mazda lançou nos Estados Unidos o MX-5 Launch Edition. Limitada a 1.000 exemplares, a série vinha com motor 2.0 de 165 cv e câmbio manual ou automático.

Foto: roadster.blog

A carroceria era vermelha “Soul Red Metallic”, combinada com interior em couro creme, e o pacote de equipamentos incluía rodas de 17 polegadas, bancos com aquecimento, ar-condicionado automático, rádio por satélite, central multimídia com navegador por GPS, nove alto-falantes Bose, alerta de ponto cego e mudança de faixa, e farol alto automático.

 

MX-5 Sport Recaro

Uma das primeiras edições do Miata ND para o Reino Unido foi feita em parceria com a Recaro, tradicional fabricante de bancos esportivos que tem reputação impecável entre os entusiastas. O grande chamariz, claro, eram os bancos Recaro revestidos de couro e Alcantara pretos, com canaletas vermelhas e aquecimento. O painel também era revestido de Alcantara. A pintura da carroceria podia ser em vermelho “Soul Red Metallic” ou branco “Ceramic White”.

A edição Sport Recaro vinha com motor 2.0 de 165 cv, sempre acoplado à caixa manual de seis marchas. O carro vinha com sistema de som Bose com nove alto-falantes, central multimídia com navegador por GPS, amortecedores Bilstein, diferencial de deslizamento limitado, rodas diamantadas de 17 polegadas e kit aerodinâmico Mazdaspeed, composto por spoilers dianteiro e traseiro, saias laterais, e um lip na tampa do porta-malas.

No total, 600 exemplares numerados do MX-5 Sport Recaro foram feitos para o Reino Unido.

 

MX-5 Miata Club

O MX-5 Miata Club foi oferecido apenas nos Estados Unidos em 2015, e lembrava bastante o Sport Recaro – o motor era o mesmo, bem como o kit aerodinâmico. O motor era o 2.0 de 165 cv, com a opção entre câmbio manual e automático. Quem escolhesse o câmbio manual também levava suspensão Bilstein, strut bar na dianteira e diferencial de deslizamento limitado.

O caro vinha de série com rodas de 17 polegadas com oito raios e acabamento cinza “Gunmetal Grey”, mas podia-se optar pelas rodas BBS forjadas, também de 17 polegadas, que acompanhavam pinças vermelhas Brembo na dianteira.

 

MX-5 RF Launch Edition

Uma das versões mais interessantes do Mazda MX-5 ND é a RF, de “Retractable Fastback” – o que significa que ele tem uma capota rígida automática, acompanhada de colunas “C” que dão ao carro um perfil de fastback bem atraente. Para celebrar o lançamento do RF, a Mazda apresentou no Reino Unido o MX-5 RF Launch Edition em 2016.

O carro trazia o motor 2.0 de 165 cv, câmbio manual de seis marchas, e alguns equipamentos presentes no Club e no Sport Recaro: rodas BBS de 17 polegadas, bancos Recaro revestidos de couro e Alcantara e painel também revestido em Alcantara. Outros países, como os EUA, Alemanha, França, Itália e Espanha, tiveram versões equivalentes.

 

MX-5 Icon

O MX-5 Icon ND foi lançado apenas para o Reino Unido em 2016. Ele podia ser pintado de branco”Crystal White Pearl Mica” ou cinza “Meteor Grey”. Em ambos os casos, a característica estética mais marcante eram os adesivos em vermelho que imitavam uma bandeira quadriculada, cobrindo as saias laterais; e o acabamento vermelho dos retrovisores e dos spoilers dianteiro e traseiro.

O motor era sempre o 1.5 de 131 cv, acoplado à caixa manual de seis marchas. O carro ainda era equipado com rodas de 16 polegadas, faróis automáticos, sensor de chuva e sensores de estacionamento traseiros. Foram feitas 600 unidades.

 

MX-5 Arctic

A edição MX-5 Arctic foi lançada 2017, também para o Reino Unido, limitada a 400 unidades. Seus diferenciais estéticos eram a pintura, em uma tonalidade de azul especial chamada “Blue Reflex”, e os detalhes externos em prata – moldura do para-brisa, capas dos retrovisores e santo-antônios.

O carro era equipado com motor 1.5 de 131 cv e câmbio manual. Os itens de série eram os mesmos do Icon.

 

MX-5 Yamamoto Signature

Uma das séries especiais mais raras do Miata ND é a Yamamoto Signature, lançada em 2018: só quatro exemplares numerados foram feitos. E é uma das mais bacanas, também. Criada pelo braço italiano da Mazda, a série é um tributo a Nobuhiro Yamamoto, atual chefe do programa de desenvolvimento do MX-5 – e também um dos responsáveis pela vitória do Mazda 787B nas 24 Horas de Le Mans de 1991.

Como homenagem a um engenheiro extremamente talentoso, o carro recebeu diversas modificações importantes. Disponível apenas em preto “Jet Black”, o carro tinha detalhes em vermelho nos spoilers dianteiro e traseiro, nas saias laterais, nas rodas e no interior, onde o volante e as manoplas de câmbio e freio eram revestidas de Alcantara vermelho. As costuras do painel (que também tinha Alcantara na face) eram da mesma cor, assim como a assinatura de Nobuhiro Yamamoto, que era bordada do lado direito. Havia também emblemas nos para-lamas dianteiros com o caractere em Kanji que pode significar “sensação” ou “sentimento”.

Seguindo a filosofia minimalista de Yamamoto, o carro era equipado com o motor 1.5 de 131 cv, acoplado a um câmbio manual de seis marchas.

De série não havia modificações mecânicas, mas havia uma strut brace no cofre do motor. Isto posto, uma caixa de upgrades era oferecida como opcional, e incluía suspensão Öhlins, rodas Enkei RPF1 de 16 polegadas, pneus Toyo R888R de medidas 205/50, discos de freio de 280 mm na dianteira, pinças Brembo de quatro pistões na frente, pinças Nissin atrás, e flexíveis de aço inox trançado.

 

MX-5 Z-Sport

O Mazda MX-5 Z-Sport foi lançado no Reino Unido em 2018. Apesar do nome, a edição especial era concentrada em sua combinação de cores: carroceria em cinza “Machine Grey”, capota de tecido vermelho “Dark Cherry”, e interior parcialmente revestido em couro areia. As rodas eram BBS de 17 polegadas.

Feito com base na versão com motor 2.0, o MX-5 Z-Sport não trazia equipamentos extras. Versões semelhantes foram vendidas em outros países, com outros nomes: Cherry Top na França, Red Top no Japão, Havana na Suíça, Red Heritage na Espanha e Cherry Edition na Itália.

 

MX-5 RF Sport Black

Outra série especial do MX-5 RF foi a Sport Black, oferecida apenas no Reino Unido. Apesar do nome, o carro era pintado de azul “Eternal Blue”, com um efeito perolizado. As rodas eram cinza “Gunmetal Grey”, e o black ficava por conta dos elementos aerodinâmicos – spoilers e saias laterais – e das capas dos retrovisores.

O carro era equipado com o motor 2.0 de 165 cv e câmbio manual de seis marchas. O interior tinha bancos de couro preto com costuras vermelhas.

 

MX-5 Grand Tour

O MX-5 Grand Tour foi outra série especial limitadíssima feita para o mercado italiano: apenas seis exemplares. A base era a versão com motor 2.0 de 165 cv e câmbio manual de seis marchas, e a carroceria vinha sempre em cinza “Machine Grey”. O interior era forrado com couro marrom.

O toque especial ficava por conta do bagageiro montado sobre a tampa do porta-malas. Feito de fibra de carbono, ele acompanhava uma caixa fabricada pela Moncabas com abertura por segredo.

 

MX-5 30th Anniversary

 

Por fim, temos o Mazda MX-5 30th Anniversary, mais recente série especial do Miata. Lançada neste ano de 2019, a edição comemorativa de 30 anos foi disponibilizada em vários mercados, com 3.000 exemplares disponíveis globalmente.

Por fora, o grande destaque fica pela cor laranja “Racing Orange”, complementada pelas rodas pintadas de cinza “Gunmetal Grey”. Nos carros com capota de tecido as rodas têm 16 polegadas, enquanto os exemplares RF têm rodas de 17 polegadas – ambas RAYS Volk ZE40. Moldura do para-brisa, capas dos retrovisores e saias laterais são pintadas de preto. O interior têm bancos Recaro revestidos em couro preto, com costuras e canaletas laranja.

Tanto o motor 1.5 de 131 cv quanto o 2.0, acertado para entregar 184 cv, estão disponíveis, bem como os câmbios manual ou automático – depende do mercado. O carro ainda vem equipado com amortecedores Bilstein; diferencial com autoblocante (só para os carros com câmbio manual); e freios Brembo na dianteira e Nissin na traseira, com pinças laranja.

ESTE Gol GTS 1.8
PODE SER SEU!

Clique aqui e veja como