A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

O guia de versões especiais do Ford Mustang | Parte 4: a quinta geração

A quarta geração do Mustang teve uma passagem breve pelo Brasil quando, beneficiada pela "valorização" do Real, se tornou razoavelmente acessível para ser trazida por importadores independentes — algo muito comum naquela metade dos anos 1990. Mas, nos anos seguintes, o câmbio flutuante fez o dólar subir, o Real voltou à realidade, as importações diminuíram e o Mustang passou a virada do milênio meio apagado. No Brasil, que fique claro. Lá fora o Mustang só melhorou ano após ano e, como vimos na parte anterior desta série, chegou ao seu auge nos SVT Cobra e SVT Cobra R, que ganharam suspensão traseira independente e um acerto de motor e chassi capaz de enfrentar grandes esportivos europeus nas pistas da América do Norte. Essa evolução foi fundamental para que o Mustang recuperasse seu prestígio como o muscle car favorito dos EUA — algo que ele perdeu para o Camaro nos anos 1980. Com as expectativas elevadas, a quinta geração chegou em 2006 aproveitando a onda retrô que afetou

Matérias relacionadas

Click-click: por que os piscas do seu carro fazem esse barulho?

Dalmo Hernandes

A categoria “sem limites”: conheça a Improved Production Racing, que permite qualquer tipo de carro na pista

Dalmo Hernandes

O Pontiac Trans Am de Smokey and the Bandit está de volta – com a ajuda do próprio Burt Reynolds e motor de 850 cv!

Dalmo Hernandes