A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

O nascimento do Dodge Viper

O braço americano da FCA (em breve, Stellantis), a empresa antes conhecida como “Chrysler Corporation”, é neste estranho mundo de hoje um verdadeiro oásis do que se conhecia como boas práticas para uma indústria de automóveis. Gasta quase nada de seu tempo se preocupando com a imagem que vai passar, com o que deseja ou não a ditatorial opinião pública moderna. Se concentra apenas em criar carros que vendem bem a preço cheio, sem desconto, e mais nada. Parece óbvio, básico, mas é raríssimo hoje. A Chrysler tem uma longa história de inovação e de produtos interessantes para o entusiasta, mas a empresa que fez o V8 Hemi e carros com nome de personagem de desenho animado na realidade acabou ao fim dos anos 1970, basicamente falida. A empresa atual ainda usa símbolos da antiga, como os logotipos em seus carros, e nomes como “Hemi” e “Scat Pack” devidamente registrados como marcas industriais. O que por sua vez, gera necessidade de acompanhá-los de outro símbolo, um “R” dentro

Matérias relacionadas

BMW Nazca C2, o supercarro desenhado por Giorgetto Giugiaro que virou ícone dos games

Dalmo Hernandes

Como o antigo motor de pistões opostos pode se tornar uma alternativa eficiente para o futuro

Leonardo Contesini

Você já pensou em ter um Fusca elétrico (ou uma Vespa elétrica)?

Leonardo Contesini