FlatOut!
Image default
Zero a 300

Os carros turbinados de fábrica mais legais do GT40 – parte 1


Todos nós gostamos de um motor grande, potente e barulhento. Mas é preciso aceitar que o downsizing – a tendência da indústria em adotar motores menores em deslocamento e sobrealimentados para obter a mesma potência (ou até mais) e melhor eficiência energética, veio para ficar. Pensando nisso, vasculhamos o GT40 e separamos alguns dos carros turbinados mais bacanas anunciados no GT40.

Os esportivos turbinados começaram a se popularizar na virada dos anos 90 e se tornaram muito comuns nos anos que se seguiram, mas hoje em dia existem muitos carros com turbocompressor que seguem a filosofia mencionada acima. Em outras palavras: antigamente a propota dos turbinados era 100% desempenho, mas hoje a sede por potência divide espaço com a necessidade de melhor eficiência energética e menor consumo de combustível. Mas não podemos esquecer que os atuais turbocompressoress com válvula wastegate eletrônica fazem a alegria da galera dos remaps, que conseguem  um ganho alto de potência e torque sem precisar desmontar nenhum componente mecânico. Nesta lista temos um pouco de tudo.

Vale relembrar: trata-se de uma situação diferente das listas de anúncios de pessoa física, que seguem uma ordem cronológica: escolhemos a dedo os carros desta lista, e todos são interessantes em nossa opinião. Entendido? Então vamos lá!

img_38288_4_056f7fa9-d162-4f55-9b47-624e09afe6fd

Começando já com o pé na porta: este é um Porsche 911 Turbo da geração 997, fabricado em 2006. Ou seja, é equipado com um flat-6 de 3,8 litros com dois turbos BorgWarner de geometria variável (pela primeira vez) e 480 cv. Acoplado a uma caixa manual de seis marchas, o motor é suficiente para levar o carro de zero a 100 km/h em 3,9 segundos com velocidade máxima de 310 km/h – números mais que respeitáveis para um esportivo de 12 anos atrás. Segundo o anunciante o carro tem 51.000 km rodados, e o carro aparentemente está todo original. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_317328_4_5fdcc2c5-2ebb-4851-8239-817dfdd1dccc

Na chamativa combinação de carroceria azul “Mares do Sul” com interior em couro branco, este Mercedes-Benz A200 Urban foi fabricado em 2014 como modelo 2015 e tem menos de 45.000 km rodados, segundo o proprietário. Ele diz que o carro, que é equipado com um motor 1.6 16v turbo de 156 cv e câmbio com dupla embreagem de sete marchas, teve toda as revisões feitas em concessionária. Diz também que não aceita trocas. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_246160_4_8ad92888-a089-41c5-ac9c-22cffea97205

Se o seu negócio são os sedãs esportivos japoneses turbinados eis a primeira opção da lista: este Mitsubishi Lancer Evolution X 2010 que, de acordo com o dono, tem 54.000 km rodados e todas as revisões feitas em concessionária – o que incluiu a troca da embreagem aos 52.000 km. A única modificação citada pelo dono é um jogo de amortecedores ajustáveis do tipo coilover da BC Racing. O motor, para quem não lembra, é o 2.0 16v turbo 4BT11, com 295 cv e 37,3 mkgf de torque, acoplado a uma caixa de dupla embreagem e seis marchas – o bastante para levar o Evo X de zero a 100 km/h em 6,3 segundos, com máxima de 242 km/h. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_79480_4_b42319ed-96a7-42ef-8e27-7834222a2967

A segunda opção, claro, é o maior rival do Evo: um Subaru WRX sedã, visto aqui na terceira geração, conhecida como “shark eye” por alguns entusiastas. Fabricado em 2009, este exemplar tem mecânica original – ou seja, um flat-4 de 2,5 litros com 270 cv e 35 mkgf de torque acoplado a uma caixa manual de cinco marchas. É o bastante para ir de zero a 100 km/h em 5,7 segundos com máxima de 242 km/h. O proprietário diz que o carro recebeu alguns upgrades, e cita rodas Advan, amortecedores do tipo coilover H&R e freios da versão STI. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_316224_4_04368310-ebad-4a90-b5db-8ac163693c21

Se o seu estilo combina mais com um hot hatch alemão, dê uma olhada neste Audi S3 2001, equipado com motor 1.8 20v de 225 cv, câmbio manual de seis marchas e tração 4×4 com diferencial Haldex – conjunto capaz de levá-lo de zero a 100 km/h em 6,6 segundos com máxima de 243 km/h. O carro tem teto solar, ar-condicionado e controle eletrônico de tração funcionando perfeitamente, segundo o anunciante. Além disso, o S3 tem bancos Recaro de couro e sistema de som Bose. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_217304_4_0c31dc43-2c6f-447c-956a-22317bd39366

Este é um dos esportivos mais bacanas já feitos pela BMW: o 1M Coupe, cujo motor é o belo N54, seis-cilindros de três litros com dois turbos e injeção direta de combustível. Originalmente o carro tem 340 cv e 45,9 mkgf de torque, mas o anunciante diz que este exemplar foi preparado para entregar 620 cv – ainda que não forneça detalhes a respeito da preparação, é um número plausível considerando o atual nível dos componentes e técnicas de preparação para motores turbo (que, como já dissemos, foi um dos motivos para fazermos esta seleção). O carro tem pouco mais de 41.000 km rodados. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_308808_4_408b5305-5221-4c8a-8ca1-da51a9ee8ff9

Se o que você quer é um sedã requintado e luxuoso, porém não abre mão de um visual mais esportivo, talvez este Jaguar XE R-Sport seja o carro. Ele é equipado com um 2.0 turbo de 240 cv e câmbio automático de oito marchas – um conjunto que pode não oferecer desempenho alucinante (zero a 100 km/h em 6,8 segundos e velociadade máxima de 250 km/h), mas certamente é mais que suficiente para uso comum na cidade e para pegar a estrada. O anunciante diz que o carro tem 27.750 km rodados e foi revisado recentemente, aos 25.900 km. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_315148_4_bc037da4-7188-4f44-b0d3-18b5e982a221

Originalmente o VW Up TSi já tem um conjunto bem resolvido: baixo peso, dinâmica correta para um hatch compacto e 105 cv no motor 1.0 turbo de três cilindros. Este exemplar, fabricado em 2015 e com menos de 60.000 km rodados, recebeu algumas modificações que estão se tornando comuns no modelo: turbina do Golf TSi 1.4, filtro cônico K&N e reprogramação eletrônica. O proprietário observa apenas que o carro tem alguns detalhes na pintura, mas no geral está bem conservado. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_292844_4_5e72cb13-f6d4-4787-a604-c2c26e06bd97

Agora, se o que você quer é um pocket rocket assumido, que tal este Fiat 500 Abarth? A versão esportiva que chegou tarde ao Brasil (o que é uma pena) tem motor 1.4 16v turbo de 167 cv e câmbio manual de cinco marchas. É o suficiente para ir de zero a 100 km/h em 6,9 segundos, com máxima de 214 km/h. No caso deste exemplar 2015, porém, o anunciante diz que foram realizados alguns upgrades: remap Perfortech, escape e downpipe em inox, filtro K&N, turbina nova e novo intercooler. Os números de potência e torque após as modificações não estão inclusos na descrição, mas no geral o pacote soa promissor. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_320276_4_21a81462-ea82-4b1b-bc52-ee63f5206a34

Por fim, separamos um hatch sueco com design e desempenho interessantes para um automóvel fabricado há quase dez anos: um Volvo C30 2009, equipado com um sonoro cinco-cilindros em linha de 2,5 litros com turbo e 230 cv, acoplado a uma caixa automática de cinco marchas. O carro tem, segundo o anunciante, 110.000 km rodados, está em excelente estado e não tem detalhes a acertar. [highlight]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora