A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Pensatas

Para onde vai o painel de instrumentos?

“Um navio está seguro no porto, mas não é para isso que servem os navios.“ - William Shedd Toda empresa que conheço diz a torto e a direita que adora e incentiva inovação. Mas isto é uma grandessíssima mentira. Qualquer empresa adoraria descobrir produtos tão bons e revolucionários que imediatamente tornariam a competição obsoleta, ao mesmo tempo que a catapultaria à liderança absoluta do mercado. Mas quando são apresentados à tal catapulta, ninguém quer subir nela. Como assim subir na catapulta? Eu não, eu vou andando! Muito mais seguro! Medo é um sentimento humano básico, então todo mundo pode entender isso. Fazer algo totalmente novo não é receita para sucesso garantido. Na verdade, na vasta maioria das vezes a inovação não dá os resultados esperados. Existem formas mais seguras de manter seu negócio funcionando e garantir a renda dele e de seus empregados: é só continuar fazendo o que sempre fez, e quando inventarem algo melhor, copie. A Apple não tem o monopólio

Matérias relacionadas

Justa homenagem: quando carros icônicos inspiram outros carros

Dalmo Hernandes

O Corona que chegou ao Brasil nos anos 1990

Leonardo Contesini e Dalmo Hernandes

Schulz 190E 2.6 City: a história do primeiro hatchback Mercedes… que não foi feito pela Mercedes

Leonardo Contesini