A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Carros Antigos Projetos Gringos

Pinnacle Portfolio: uma das coleções mais fantásticas do planeta será leiloada

Sempre mostramos, aqui no FlatOut, algumas raridades à venda. Não somente na nossa seção de “Achados meio Perdidos” com carros brasileiros, mas também preciosidades espalhadas pelo mundo todo — às vezes, até coleções inteiras.

É o caso da coleção chamada Pinnacle Portfolio, que será leiloado pela RM Auctions no próximo dia 13 de agosto, em Monterey, na Califórnia. São 30 carros e eles ainda nem soltaram a lista completa mas, confie na gente: é de quebrar os miolos imaginar que alguém mantivesse tudo isso na mesma garagem. O colecionador americano permanece anônimo. É uma pena, pois adoraríamos cumprimentar o sujeito por ter uma coleção que, de acordo com as estimativas da RM, poderá arrecadar mais de US$ 65 milhões.

Entre carros clássicos e superesportivos exóticos raríssimos, a lista vai de Porsche 356 a Bugatti Veyron, passando por Toyota 2000GT, McLaren F1 LM e Koenigsegg CCXR. O cara tem bom gosto — algo que fica especialmente evidente quando vemos todos os carros juntos em um vídeo.

De acordo com Shelby Myers, porta-voz da RM Auctions, o que impressiona é o fato de uma seleção tão acertada de automóveis valiosos tenha se mantido nas sombras. “Enquanto muitas das coleções mais impressionantes do planeta tenham sido acumuladas sob os olhos da comunidade de colecionadores, o ‘Pinnacle Portfolio’ foi montado com precisão cirúrgica e discretíssima, diferente de qualquer outra que tenha aparecido à venda.”

Até agora foram revelados 24 dos 30 carros, que serão vendidos em lotes individuais. Eis a lista completa, começando com os destaques (não esqueça de clicar nas fotos para ampliar):

O primeiro Bugatti Veyron produzido no mundo

pinnacle-portfolio (3)

Trata-se do primeiro exemplar do Bugatti Veyron, o hipercarro original, com seu motor W16 de oito litros com quatro turbos e 1.014 cv. Fabricado em 2005, o carro de chassi nº 1 rodou apenas 1.200 km nestes dez anos e, de acordo com a RM, foi mantido com muito zelo desde então.

Caso você, por alguma razão, não saiba o que o Bugatti Veyron tem de especial: ele foi o primeiro carro produzido em série capaz de ultrapassar os 400 km/h (precisando de pneus especiais para tal) e chega aos 100 km/h em 2,46 segundos. Mesmo que você o ache megalomaníaco demais – especialmente porque, caso não pesasse quase duas toneladas, não precisaria de uma cavalaria tão grande –, é impossível não admirar o que ele faz. E este aqui foi o que começou tudo.

 

A última Ferrari Enzo produzida no mundo

pinnacle-portfolio (16)

No outro extremo do espectro, a coleção traz a última Ferrari Enzo fabricada. A sucessora da F50 foi a primeira representante da Ferrari na era moderna dos supercarros, e atacava com um V12 de seis litros de 660 cv a 7.800 rpm e 66,9 mkgf de torque. A transmissão sequencial eletro-hidráulica de seis marchas usa tecnologia da Fórmula 1, bem como a carroceria de fibra de carbono. A Enzo chega aos 100 km/h em 3,14 segundos, com máxima de 355 km/h. A única Ferrari mais veloz é a LaFerrari.

Foram fabricados 399 exemplares da Ferrari Enzo em 2003. O plano inicial era produzir 349 carros, mas todos eles foram reservados em 2002, bem antes do início da produção. Por isso, a Ferrari decidiu fabricar mais 50 unidades. Contudo, em 2004 foi produzido mais um exemplar. O carro foi dado de presente ao Papa João Paulo II (com direito à assinatura de Luca di Montezemolo debaixo do capô) e leiloado por US$ 1,1 milhão (R$ 3,43 em conversão direta). Agora, a Enzo nº 400 será leiloada novamente – com apenas 180 km rodados.

 

O Bugatti Veyron nº 300

pinnacle-portfolio (22)

Como se não bastasse ter um Veyron em sua coleção, o sujeito tem dois. O segundo exemplar é o Veyron de nº 300, e é um Super Sport. Isto significa que seu W16 de oito litros quadriturbo entrega 1.200 cv e 152,9 mkgf de torque. É o bastante para chegar aos 100 km/h em 2,2 segundos com máxima de 431 km/h em condições ideais. Entregue novo à coleção, o carro rodou apenas 350 km – a maioria deles, em testes realizados pela própria Bugatti.

 

McLaren F1 “LM-Spec” 1998

pinnacle-portfolio (5)

O McLaren F1 da coleção é o 63º e penúltimo exemplar de rua construído. Seu primeiro dono, porém, encomendou a McLaren a conversão para o modelo LM, série especial limitada a 5 unidades feita para celebrar a vitória do F1 em Le Mans. O McLaren F1 LM trazia um motor mais potente e um kit aerodinâmico para aumentar o downforce, além do interior depenado para aliviar ainda mais peso.

A McLaren recolheu o carro e realizou nele as mesmas modificações aplicadas nos LM “de verdade”, com exceção do interior. Isto significa que o motor V12 BMW de 6,1 litros entrega 689 cv em vez dos 627 cv originais, e é capaz de levar o supercarro até os 362 km/h. Mesmo não sendo um legítimo LM, este carro certamente é bastante especial.

 

Ferrari 250 LM 1964

pinnacle-portfolio (6)

Com um V12 de três litros montado em posição central-traseira, este protótipo da Ferrari participou de dezenas de subidas de montanha nas mãos de seu primeiro dono, um britânico chamado Ron Fry. Ao longo dos anos, continuou trocando de mão e aparecendo em eventos de clássicos, como o Goodwood Revival. Apesar de estar longe de ser uma garage queen e de ter participado ativamente de várias corridas ao longo das décadas, o carro de chassi nº 6105 é certificado pela Ferrari por ter todos os seus componentes mecânicos originais.

 

Ferrari 250 GT LWB California Spider 1959

pinnacle-portfolio (7)

Apenas 50 exemplares da Ferrari 250 GT California Spider de entre-eixos longo foram fabricados em 1959, e este é o nº 23. O V12 de três litros entrega 240 cv. O carro foi totalmente restaurado e foi uma das atrações do Concours d’Elegance Pebble Beach de 2008.

 

Maserati MC12 2005

pinnacle-portfolio (21)

Feito com base na Ferrari Enzo, o Maserati MC12 teve 62 exemplares produzidos em 2004 e 2005. Nele, o V12 de seis litros entrega 633 cv, suficientes para chegar aos 100 km/h em 3,8 segundos com máxima de 330 km/h.

 

Saleen S7 Twin Turbo 2005

pinnacle-portfolio (23)

Um hipercarro à moda americana, o Saleen S7 usava um V8 Ford 427 (sete litros) com dois turbocompressores para entregar 1.014 cv e chegar aos 100 km/h em 2,8 segundos, com máxima de 399 km/h. Existe apenas outro no mundo com estas mesmas especificações, mas este é o mais especial: ele foi um dos carros de Tony Stark em “Homem de Ferro” (Iron Man, 2008).

 

Lamborghini Reventón 2008

pinnacle-portfolio (20)

Fizemos um post bem detalhado com este carro. O Reventón foi um superesportivo feito em série limitada pela Lamborghini, usando como base o Murciélago. A mecânica é a mesma: um V12 de 6,5 litros e 650 cv, mas a carroceria é totalmente nova. E serviu de inspiração ao Aventador. Apenas 20 exemplares foram fabricados, e este é o nº 7 .

 

Jaguar XJ220 1993

pinnacle-portfolio (4)

O clássico supercarro com motor de carro de rali — um V6 biturbo de 3,5 litros e 550 cv que veio do Metro 64R, que competiu no Grupo B. Era capaz de levá-lo aos 100 km/h em 3,6 segundos, com máxima de 342 km/h. Este exemplar tem apenas 2.900 km rodados.

 

Koenigsegg CCXR 2008

pinnacle-portfolio (2)

O supercarro sueco é equipado com um V8 biturbo de 1.018 cv e é movido a etanol. Existem só cinco exemplares nos EUA, e este é especial pois apareceu em uma das mais memoráveis (e engraçadas) cenas de “Velozes e Furiosos 5” (Fast Five, 2011). Ele só tem 709 km marcados no hodômetro.

 

Ferrari F40 LM 1994

pinnacle-portfolio (15)

Este é um dos dois carros que foram encomendados por um importador francês que queria competir com a F40 em Le Mans. Sob sua encomenda, a Ferrari preparou o V8 de 2,9 litros biturbo, que originalmente entrega 478 cv, para render mais de 700 cv. Além disso, a suspensão foi modificada, os faróis escamoteáveis deram adeus e a aerodinâmica foi retrabalhada. Ironicamente, este carro jamais chegou às pistas — mas serviu para que a Ferrari se inspirasse a produzir outras 10 F40 de competição, habilmente batizadas como Competizione.

 

Porsche 959 1988

pinnacle-portfolio (18)

Se, no fim dos anos 80, a F40 não era seu negócio, você provavelmente queria um Porsche 959. Apesar de ser baseado no 911, o 959 era um legítimo superesportivo. Equipado com um flat-6 biturbo de 2,85 litros com bloco refrigerado a ar e cabeçotes com arrefecimento líquido, o 959 tinha 450 cv e chegava aos 100 km/h em 3,9 segundos. A transmissão era manual e a tração, integral. Quando foi lançado, o 959 também tornou-se o carro de rua mais veloz do mundo, com velocidade máxima de 314 km/h.

E estes são só os destaques! Ainda tem muita coisa interessante:

Mercedes-Benz SLR McLaren 2005

pinnacle-portfolio (19)

 

 

Mercedes-Benz 300SL 1955

pinnacle-portfolio (10)

Ferrari F50 1995

pinnacle-portfolio (17)

Ferrari 288 GTO 1985

pinnacle-portfolio (14)

Ferrari 275 GTB/4 Scaglietti 1967

pinnacle-portfolio (12)

 

Ferrari 365 GTB/4 Daytona Spider Scaglietti 1972

pinnacle-portfolio (13)

Ferrari Dino 246 GTS 1974

pinnacle-portfolio (11)

Porsche 356 Speedster 1956

pinnacle-portfolio (9)

 

E pensar que ainda não revelaram os últimos lotes da coleção. Será que eles guardaram o melhor para o final?

Matérias relacionadas

Brasileiro inventa “gasolina sem petróleo” e acaba preso. Será mesmo?

Leonardo Contesini

Tente não sonhar com este Lancia Delta S4 Stradale 1985 com menos de 800 km rodados

Dalmo Hernandes

Os recordes de Nürburgring: afinal, quais são os carros mais rápidos do Inferno Verde agora?

Dalmo Hernandes