A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História Zero a 300

Pontiac: a história da fabricante que inventou o muscle car – Parte final

Para seus fãs, sem dúvida a era de ouro da Pontiac foram os anos 60. Graças à visão e à insistência do engenheiro-chefe John DeLorean o Pontiac GTO tornou-se o primeiro muscle car propriamente dito e o mercado norte-americano viu-se, de repente, aquecido por carros esportivos. O GTO, lançado em 1964, era o menor cupê vendido pela Pontiac com o maior e mais potente motor. Era bonito, relativamente acessível e rápido, e logo foi imitado pelas rivais – incluindo as que estavam dentro de casa. A Ford lançou o Mustang, ainda menor que o GTO, porém igualmente potente, naquele mesmo 1964. E logo roubou a cena: com três opções de carroceria (hardtop, fastback e conversível) e preço ainda mais atraente – sem esquecer da versão de corrida feita por Carroll Shelby, o GT350, que não demorou a ser transformado em carro de rua –, o Mustang tomou o mercado automotivo de assalto e, em questão de meses, virou o jogo e tornou-se o rival a ser batido.

Matérias relacionadas

718: o Porsche com motor quatro-cilindros que virou carro de Fórmula 1 (e ainda fez bonito em Le Mans!)

Dalmo Hernandes

Este Lancer Evo X pouco rodado e preparado para entregar 420 cv está à venda

Dalmo Hernandes

Os carros mais caros leiloados na Monterey Car Week 2017

Dalmo Hernandes