A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Pensatas

Por que comprar carro zero-quilômetro ainda é uma boa ideia?

É difícil em um país como o nosso, onde a miséria abunda, falar sobre como uma pessoa deve ou não deve gastar seu dinheiro, porque na maioria das vezes a resposta seria: que dinheiro? Mas isto não impede todo mundo de tentar; é a forma mais eminente e pública pela qual as pessoas julgam o seu caráter. De Oscar Wilde (“Qualquer um que viva dentro de suas possibilidades sofre de uma severa falta de imaginação”) até Benjamin Franklin (“Um centavo economizado é um centavo ganho.”), todo mundo tem sua opinião aqui. E por mais que o mundo de hoje seja obcecado por uma verdade única, não existe resposta certa aqui; apenas o que é melhor para você como indivíduo pensante e independente. Não é a intenção aqui entrar muito nas implicações filosóficas e morais do dinheiro por motivos óbvios, mas é um assunto inevitável quando se fala de carro zero-quilômetro. Afinal de contas, à luz da lógica fria e implacável do dinheiro, comprar um carro zero-quilômetro é uma loucura. Todo

Matérias relacionadas

Por que o novo Corvette C8 é o esportivo mais importante dos últimos anos?

Dalmo Hernandes

Mazda: a esperança de um futuro melhor

O fim do (New) Beetle: um elogio – e as versões mais bacanas que ele teve

Dalmo Hernandes