A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Pergunta do dia

Qual é seu recurso ou item inútil favorito em um carro?

Há milhões de defensores dos carros à moda antiga, descomplicados e analógicos, de uma época em que o que importava mesmo era ter um bom motor, uma boa plataforma e, com sorte, um design matador. Só que, convenhamos, esta é uma visão meio romantizada das coisas — por mais que a gente também adore um bom motor carburado ou um painel minimalista e informativo, é legal ter mecânica moderna e confiável e um interior confortável e tecnológico.

Normalmente a gente encontra um equilíbrio entre estes dois mundos — o dos carros antigos (ou nem tanto assim), elegantes, contidos em tamanho e abundantes na personalidade; com o dos carros novos, arrojados, confiáveis (não que um antigo não possa ser confiável, mas você entendeu), silenciosos e econômicos, o que significa que conseguimos encontrar qualidades e defeitos em ambos.

E uma coisa é certa: tanto carros antigos quanto novos têm algumas coisas de que gostamos; coisas que detestamos; coisas úteis e inúteis. Existem, ainda, aquelas coisas que achamos legal, mas nem sabemos o motivo — recursos e soluções inúteis, porém legais, para sintetizar em uma frase. Qual é o seu favorito?

gated (2)

Nós vamos dar um exemplo perigoso — no sentido de que se trata de um item adorado pela galera old school: a grelha no câmbio. Sim, nós mesmos falamos bastante delas nos últimos dias (no top 10 das Ferrari favoritas dos nossos leitores, por exemplo), mas vamos encarar a realidade: elas não servem para muita coisa do ponto de vista prático.

Aliás, não se sabe ao certo nem mesmo como elas surgiram — uma busca rápida pela internet nos levou a diversos fóruns onde não apenas fãs, mas donos de esportivos e supercarros, clássicos e modernos, equipados com grelha no câmbio, discutem a origem da peça, que se tornou tradição entre as Ferrari, mas também aparece em modelos da Lamborghini, no Audi R8, em diversos Jaguar. Alguns acreditam que foi um toque de estilo introduzido nos anos 50 que acabou pegando e, de fato, não há uma explicação concreta.

 

Elas só existem — e são legais demais: quem já dirigiu um carro com grelha no câmbio sabe que o barulhinho de metal contra metal em uma troca bem encaixada é inigualável, e contribui muito para a sensação de domínio da máquina. Tanto que existem alguns kits de conversão, especialmente para carros com veia mais entusiasta como o Mazda Miata — que vem com uma coifa de couro comum.

gateshift

Não há necessidade prática alguma de instalar uma grelha no câmbio atualmente, mas a experiência aumentada que ela proporciona a torna um dos itens mais queridos pelos entusiastas — até os que nunca sentaram ao volante de uma Ferrari com câmbio manual. Sendo assim, é um dos nossos itens inúteis favoritos nos carros.

Você certamente tem outros — sejam puramente estéticos, funcionais ou as duas coisas. Então nos conte: qual é seu recurso, item ou característica inútil favorito em um carro? Como sempre, a caixa de comentários é toda sua!

Matérias relacionadas

Qual foi o carro que te fez gostar de carros?

Dalmo Hernandes

Qual é seu post favorito em toda a história do FlatOut?

Dalmo Hernandes

Quais são bancos esportivos mais legais já colocados em um carro?

Dalmo Hernandes