FlatOut!
Image default
Zero a 300

Renault Kwid fica melhor e mais caro, porém mais econômico | as primeiras placas pretas Mercosul | os detalhes do GT3 RS e mais!


Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Renault renova o Kwid, que segue como o mais barato do Brasil

Com o fim do Sandero e da demanda por carros populares espartanos, a Renault aproveitou o facelift do Kwid para dar a ele um upgrade na lista de equipamentos, efetivamente reposicionando-o como o sucessor de fato do Sandero.

O novo visual já era conhecido desde o ano passado, quando foi apresentado na Índia. A principal mudança é o novo conjunto óptico, separado em duas partes, com DRL, luz de posição e piscas na parte superior e os faróis principais mais abaixo. A reformulação evidentemente modificou a grade e as tomadas de ar da dianteira, que ficou mais imponente e passa uma impressão de mais sofisticação que o modelo vendido até agora.

Uma evidência concreta do reposicionamento do Kwid foi o fim da versão Life, a mais básica oferecida atualmente, que era voltada às vendas diretas, um segmento no qual o Kwid não tem muita força — ao menos não a ponto de valer o investimento da Renault. Por isso, agora o Kwid é oferecido em apenas três versões, que partem dos R$ 59.890 — o que o mantém como o carro mais barato do Brasil.

Todas elas são equipadas com ar-condicionado, sistema de áudio com Bluetooth, DRL, controle de tração/estabilidade e start-stop — que era reservado ao Sandero desde o lançamento dos motores SCe. Com a mudança no motor, ele agora faz médias urbanas de 15,3 km/l com gasolina e de 10,8 km/l com etanol, e rodoviárias de 15,7 km/l com gasolina e 11 km/l com etanol. O motor 1.0 também ganhou pouco mais potência com a recalibragem para o Proconve L7, chegando aos 69 cv e 9,4 kgfm com gasolina (2 cv a mais) e 71 cv e 10 kgfm com etanol (1 cv a mais).

Esse é o pacote da versão de entrada Zen, de R$ 59.890. Logo acima vem a versão Intense, de R$ 64.190, que acrescenta retrovisores pintados de preto brilhante e contornos de LED nas lanternas — mais uma tentativa de refinar o acabamento do Kwid — retrovisores com ajuste elétricos, chave canivete, sistema multimídia com tela de oito polegadas compatível com Apple CarPlay e Android Auto, câmera de ré, comando de som na coluna de direção. Outro elemento que traz mais refinamento ao outrora espartano Kwid são as rodas de liga leve, pela primeira vez disponíveis no modelo, e a opção de pintura de dois tons — dois opcionais disponíveis para a versão Intense.

No topo está o Kwid Outsider, de R$ 67.690, que tem pegada soft-roader e, por isso, é basicamente um Intense com barras no teto, skid plates, rodas de liga leve, protetores nos para-lamas e interior com detalhes verdes.  (Leo Contesini)

 

Placa preta será lançada oficialmente neste sábado

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) irá realizar com  Federação Brasileira de Veículos Antigos (FBVA) o evento de lançamento do novo modelo de placa preta para carros de coleção neste próximo sábado, 22/01, no Palácio Iguaçu, em Curitiba/PR.

A placa preta, como você já sabe a essa altura de 2022, foi autorizada depois da movimentação dos colecionadores de veículos antigos, auxiliados pelo Detran-PR. Diante da mobilização, foi aberta uma consulta pública para definir o modelo mais adequado para a nova placa preta, com o objetivo de alterar a resolução do Contran que a regulamentava.

O uso da placa preta foi autorizado pelo Denatran, porém devido à padronização do modelo de placas com os outros países do Mercosul, o uso das placas pretas é restrito ao território brasileiro — e aqui há mais um motivo para repudiar este novo padrão desnecessário.

O evento será organizado a partir das 10h deste sábado (20), e serão feitas as entregas simbólicas das primeiras placas pretas do padrão Mercosul. (Leo Contesini)

 

Cadillac confirma o Escalade V

Todo mundo sabe que, se não fosse pelo sucesso do imenso Tahoe/Suburban de luxo chamado Escalade, a marca Cadillac teria morrido faz tempo. Os sedãs da marca definham nos showrooms americanos, efetivamente à prova de venda. Não importa que desde os anos 2000 são carros sensacionais: não vendem mais.

Pensando nisso, a confirmação de hoje do novo Escalade V, a versão esportiva do imenso caminhão com carroceria de perua, demorou. Tudo bem que chamar algo com chassi separado e perto de três toneladas de “esportivo” é esticar um pouco demais os limites da realidade. Mas alguém tem dúvida de que uma versão superpotente deste “carro”, com rodas gigantes e pneus de perfil baixo, será um sucesso também?

A GM finalmente confirmou ontem que o lançamento do Cadillac Escalade V é iminente, e mais detalhes serão revelados durante o dia de hoje. Por enquanto, soltou um teaser do barulho do carro, ao mesmo tempo que seus faróis, visivelmente um andar acima de seus companheiros sedãs ao lado, aparecem acesos num ambiente escuro.

O Escalade normal

Pouco se sabe das especificações do super-Escalade. Especula-se o V8 supercharger do Camaro ZL1, com algo acima de 600 cv. Mas uma coisa já sabemos: o barulho é tão ameaçador quanto uma peruona preta de três toneladas e potência estratosférica deve ser aos olhos.

Os manos nas quebradas mundo afora estão ligados que o bagulho é sinistro. Da hora, uhu, and all that. (MAO)

 

Novo Land Rover Defender 130 revelado por desenhos em patentes

Descobertas pelo site Autoweek.nl, as imagens de patente mostram que o Defender 130 será instantaneamente reconhecível: é simplesmente um Defender 110 esticado.

Embora isso fosse esperado, podemos ver que o modelo terá um teto relativamente plano e uma traseira significativamente mais longa. Essa mudança exigia vidros laterais mais longos, e uma traseira mais comprida depois do eixo traseiro. Este último pode afetar a capacidade off-road do Defender, mas necessário para quem realmente precisa levar mais pessoas; no 110 a última fileira é decididamente temporária.

A Land Rover não deu detalhes sobre o modelo ainda, mas uma apresentação de 2019 sugeriu que o Defender 130 será um oito lugares com 5.100 mm de comprimento. Ou seja, 340 mm mais longo que o Defender 110, apesar de compartilhar a mesma distância entre eixos.

As opções de motor presumivelmente serão compartilhadas com o Defender 110 e isso significa que podemos esperar um quatro cilindros turbo de 2,0 litros com 300 cv. Ele deve ser acompanhado por um motor híbrido de seis cilindros em linha de 3,0 litros que desenvolve 400cv. Em março passado, o CFO da Jaguar Land Rover, Adrian Mardell, disse que o Defender 130 chegaria nos próximos 18 meses, o que sugere que o modelo será apresentado até o final de agosto. (MAO)

 

Porsche 911 GT3 RS traz novos detalhes

O Porsche 911 GT3 RS está agora na Suécia para testes no frio. O site Motor 1 revelou algumas fotos dele, que fornecem uma visão bem interessante do que será o carro final.

Aerodinâmica será o foco desta versão, claro. O painel frontal é semelhante ao do GT3 normal. Há fita adesiva em cada canto, escondendo algo. Além disso, as aberturas no capô são significativamente maiores do que no modelo regular. Na lateral, a Porsche se esforça para esconder as novidades. Parece haver aberturas ao longo do teto. Na parte de trás, há uma asa fixa por cima, com seu desenho disfarçado. Os vídeos mostram que ele é capaz de ajustes ativos. Os difusores traseiros tem desenho escondido também.

O GT3 RS é a versão mais radical de pista do GT3, e usa o motor de seis cilindros de 4,0 litros dele. Supostamente teremos mais que os 520 cavalos de potência da geração anterior. Rumores falam de uma linha vermelha que começa nos 9500rpm. O som do veículo em vídeos sugere que ele usa uma caixa de câmbio DCT.

O GT3 RS deve estrear ainda este ano. (MAO)


Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicos, histórias de carros e pilotos, avaliações e muito mais!

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: 30% OFF na loja durante a 2ª temporada do Goodguys, acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, participação no nosso grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!). Exponha ou anuncie até sete carros no GT40 e ainda ganhe descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$ 26,90 / mês

ou

Ganhe R$ 53,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura básico. 15% OFF na loja durante a 2ª temporada do Goodguys, acesse todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de poder expor ou anunciar até três carros no GT402.

R$ 14,90 / mês

ou

Ganhe R$ 29,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

ESTE Gol GTS 1.8
PODE SER SEU!

Clique aqui e veja como