A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História

Renault Twingo: a história do pequeno francês que reinventou os carros compactos

No início da tarde desta segunda-feira (11), o jornalista Ricardo Boechat, de 66 anos, morreu em um acidente de helicóptero. A aeronave caiu na Rodovia Anhanguera, em São Paulo, e chocou-se contra a cabine de um caminhão. O motorista do veículo ficou ferido e foi levado para o hospital mais próximo. Boechat e o piloto do helicóptero, Ronaldo Quattrucci, morreram no local. É um dia triste não apenas para o jornalismo, que perdeu um representante e tanto, mas também para o Brasil. Boechat, que começou sua carreira em 1972 como repórter do extinto jornal Diário de Notícias, era sem dúvida um dos jornalistas brasileiros mais expressivos da atualidade. Conhecido por suas opiniões bem definidas e por falar o que queria sem se preocupar com represálias, nos últimos anos Boechat conquistou os usuários das redes sociais por suas brincadeiras, seu bom humor e sua proximidade com o público. Boechat dificilmente será lembrado como um entusiasta – ele não era dono de uma bela coleção, não

Matérias relacionadas

Zonda, 20 anos: a história e a evolução do primeiro Pagani

Dalmo Hernandes

Volkswagen SP2: a história do esportivo brasileiro admirado no mundo todo

Dalmo Hernandes

Os 20 anos da F355, o carro que salvou a Ferrari da falência

Leonardo Contesini