A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Carros Antigos

Top Secret cria o Nissan Skyline GT-R C210 que nunca existiu

Muitos de vocês provavelmente já sabiam disto mas, de todo modo, não custa lembrar: o Nissan Skyline GT-R R32, lançado em 1989, não foi o primeiro GT-R – ele na verdade marcou o retorno da lendária sigla depois de 16 anos sem que ela tivesse um representante.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, download de materiais exclusivos, participação em sorteios e no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), além de veiculação de até 7 carros no FlatOuters e até 3 anúncios no site GT40, bem como descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$20,00 / mês

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura na medida para quem quer acessar livremente todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de veiculação de até 3 carros no FlatOuters e um anúncio no site GT402.

De R$14,90

por R$9,90 / mês

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

O último GT-R antes do R32 havia sido o KPGC110, ou simplesmente C110 – também conhecido como “Kenmeri” por causa da campanha de publicidade que estrelava o casal Ken e Mary. O GT-R C110 pode não ter a mesma reputação lendária do primeiro GT-R, o famoso Hakosuka, mas ele é definitivamente o mais raro de todos: foram feitos apenas 197 carros, todos em 1973 (em comparação, a Nissan produziu 1945 unidades do Hakosuka).

A geração seguinte do Nissan Skyline, a C210, foi lançada em 1977 e abandonou de vez o GT-R. No geral, o Skyline C210 era um carro mais sóbrio e voltado ao luxo.

Ele ficou maior, mais retilíneo e mais sofisticado. Houve, de fato, uma versão esportiva – o Skyline GT-EX, que foi o primeiro a usar um motor turbo (L20ET, seis-em-linha de dois litros e 145 cv). Mas, sem o mesmo carisma que os esportivos anteriores, o GT-EX não é cultuado como eles. Na verdade, a geração C210 como um todo é meio esquecida até mesmo pelos fãs do Skyline.

 

Mas… e se ela tivesse dado origem a um GT-R?

Foi esta a pergunta que Kazuhiko “Smokey” Nagata quis responder com seu mais recente projeto, exibido no Tokyo Auto Salon no começo deste ano – um dos poucos eventos automobilísticos que tivemos em 2020 por conta do coronavírus.

O resultado é um carro com uma abordagem muito mais sutil do que geralmente sai da Top Secret, a preparadora de Smokey – como aquele que talvez seja o melhor exemplo: seu Toyota Supra com motor V12.

Em vez disto, Nagata optou por fazer praticamente um restomod, preservando boa parte das características originais e melhorando aspectos importantes do C210. E ele acabou criando um carro sensacional, na melhor pegada “menos é mais”.

Para começar, o visual é definitivamente inspirado pelos dois primeiros GT-R – honestamente, não havia como fugir disto. A carroceria foi pintada de prata “Glare Silver Metallic”, como o Hakosuka original, e as mudanças estéticas resumiram-se a acessórios – como as molduras nos para-lamas, também pintadas de prata, e um generoso spoiler abaixo do para-choque dianteiro.

Foto: Dino Dalle Carbonare/Speedhunters

As rodas são as Star Road Glowstar, de 15 polegadas, fabricadas pela Work – uma bela escolha que arremata muito bem o visual do carro. Elas são calçadas com pneus Bridgestone Potenza RE-01, de medidas 205/55 na frente e 225/50 atrás – sendo que os pneus traseiros apresentam um leve stretch que pode fazer alguns torcerem o nariz, mas consideramos perdoável em um show car como este.

Agora, o fato de se tratar de um show car não faz deste “GT-R” um projeto estático ou sem conteúdo – all show, no go? Nada disto: a Top Secret tem um nome a zelar, afinal.

Novamente, porém, a mecânica também recebeu uma abordagem mais clássica por parte de Smokey Nagata – ele optou por um seis-em-linha naturalmente aspirado, para ficar mais period correct. Trata-se de um RB30, motor da mesma família do RB26DETT, porém sem turbo e, como o nome indica, com três litros de deslocamento. O bloco recebeu pistões, virabrequim e biejas forjados da HKS, enquanto o cabeçote vem do RB26DETT usado pelo GT-R R32/R33/R34.

O sistema de injeção tem corpos de borboleta individuais e, controlado por um módulo HKS F-Con V Pro, é suficiente para entregar algo entre 280 e 300 cv, de acordo com a Top Secret. A força é moderada pelo câmbio manual de cinco marchas do Skyline GTS-t R32, que também cedeu o diferencial traseiro.

Quem senta no banco do motorista para acelerar – a princípio, este posto pertence ao próprio Smokey Nagata – se vê em um ambiente primariamente retrô. As únicas mudanças visíveis em relação ao original são o volante da Momo, um acabamento de fibra de carbono no console central, e a caixa da ECU perto dos pés do carona. Mais nada.

Conversando com o pessoal da revista Option Auto, Nagata disse estar bastante satisfeito com o resultado do projeto – o motor bastante elástico, que rende bem em baixas rotações, somado ao relativo conforto do interior (que conta até com ar-condicionado) fazem do “GT-R” um projeto atípico para a Top Secret, mas até mesmo maníacos por velocidade como Smokey Nagata às vezes querem um carro mais tranquilo.

Claro que, com 300 cv e peso na casa dos 1.100 kg, este Skyline não deve ser tão tranquilo assim. Está na medida certa, eu diria.

Matérias relacionadas

Este Ford Custom Deluxe deve ser o Doc Hudson de “Carros” na vida real

Dalmo Hernandes

Encontro de Águas de Lindoia 2016: mega galeria – Parte 1

Leonardo Contesini

A improvável origem do nome Countach

Leonardo Contesini