A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Volkswagen divulga nova foto do Tarek, o motor Bentley Blower, Nissan Z terá câmbio manual e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Volkswagen divulga nova foto do Tarek ocidental

Depois do teaser que mostra uma grade iluminada para os Americanos, a Volkswagen agora divulgou um teaser brasileiro, que mostrou a lateral do Tarek ocidental, o modelo que será produzido no México e na Argentina e será vendido nos EUA e no Brasil. Aliás, o nome Tarek batiza o projeto, mas ainda não se sabe qual será o nome definitivo no modelo por aqui.

A silhueta lateral e sua área envidraçada parecem ser exatamente as mesmas da versão chinesa, batizada Tharu, embora o conjunto óptico deva ser diferente, como já visto em flagras recentes da versão produzida no México.

O Tarek será lançado em 13 de outubro deste ano, mas chegará ao Brasil somente no início de 2021 e será posicionado entre o T-Cross e o Tiguan Allspace, substituindo a versão 250 TSI de cinco lugares do Tiguan, que é uma configuração vendida apenas no Brasil — os modelos de cinco lugares usam entre-eixos curto.

Com isso, ele deverá custar entre R$ 140.000 e R$ 165.000, que é o intervalo de preços entre o T-Cross Highline e o Tiguan Allspace Comfortline. Ele será equipado com o motor 1.4 TSI de 150 cv combinado ao câmbio automático de seis marchas usados pelos demais crossovers da marca, e terá tração apenas na dianteira. (Leo Contesini)

 

O novo motor Bentley Blower

Como se testa um motor de 100 anos construído em 2020? A Bentley respondeu esta pergunta que ninguém fez com um belo ensaio de seu novo motor Blower na bancada de testes. Evidentemente, não se trata da mesma bancada em que os motores V8 e W12 são testados, afinal, estamos falando de um motor de 100 anos.

Para conseguir testar o Blower, a Bentley construiu uma bancada que replica a parte frontal do chassi do carro original, e desenvolveu um software específico para realizar os testes (e tem quem ainda pergunte porque o negócio custa tão caro). Com essa primeira parte terminada cada motor será testado por 20 horas com carga entre 800 e 3.500 rpm antes de verificar a curva de torque e potência deste velho monstro mecânico. Depois dos testes de bancada, o motor será instalado no carro e será submetido a um programa de testes de 8.000 km em pista, que pretende simular 35.000 km de uso em ruas e estradas.

Como o motor original do Bentley Blower, o novo motor irá deslocar 4,5 litros e, com a ajuda de um compressor Amherst Villiers, irá produzir cerca de 240 cv. Ele também terá cárter de magnésio, ignição de dupla centelha, pistões de alumínio, quatro válvulas por cilindro e comando no cabeçote. Serão feitos apenas 12 motores que serão instalados no Blower Continuation Series, que será lançado neste segundo semestre de 2020. (Leo Contesini)

 

Nissan confirma câmbio manual para o novo Z

É isso, pessoal: chegamos ao ponto em que um carro ter câmbio manual vira notícia: a Nissan confirmou que o novo Z terá câmbio manual de seis marchas e três pedais de embreagem, como os deuses da velocidade disseram.

Só não ficamos tão surpresos porque, como já comentamos antes, a Nissan está procurando honrar o legado dos Z-cars anteriores com este novo Z, então faz sentido que ele mantenha os três pedais – especialmente porque a própria Nissan investiu bastante no desenvolvimento do câmbio manual do 370Z, que foi o primeiro com rev matching (ou “punta-tacco eletrônico”) em um esportivo de rua. Além disso, o teaser mostrava uma alavanca de câmbio – e só podia ser manual, pois um carro esportivo jamais teria um câmbio automático com alavanca.

No novo teaser a alavanca aparece com clareza e é possível ver o padrão em “H” de seis marchas – o motorista até engata a primeira – produzindo um agradável barulho de acoplamento, seguido do ronco do carro. Soa mesmo como um V6, o que se alinha com os rumores de que o novo Z terá o V6 biturbo de três litros da Infiniti. Como você deve lembrar, as apostas quanto à potência ficam entre 400 cv e 480 cv, sendo esta última em uma possível versão Nismo.

Agora faltam poucos dias para que o protótipo seja revelado – esperamos que acompanhado de uma boa leva de informações. Assim, saberemos de uma vez se todo o hype é justificado. Até agora, parece que sim. (Dalmo Hernandes)

 

Novo GMC Hummer terá misterioso “Crab Mode”

O novo GMC Hummer EV, previsto para o segundo semestre de 2021, terá algo chamado “Crab Mode”. A GMC postou um teaser em seu perfil do Twitter contando a novidade, dizendo que “os verdadeiros revolucionários forjam seu próprio caminho”. A foto mostra um emblema com um caranguejo estilizado e o nome do utilitário.

Fora isto, não houve mais informações. Porém existe suspeitas: a imprensa americana acredita que seja algo nos moldes do “Tank Turn” da picape elétrica Rivian R1T. Graças ao fato de terem um motor elétrico para cada roda, a R1T pode girar sobre seu próprio eixo vertical, como fazem os tanques de guerra. Basta permitir que as rodas girem no sentido correto sobre uma superfície pouco aderente, como estradas de terra, para fazer o truque. A Rivian alerta que o recurso é voltado para uso fora-de-estrada, e não recomenda que se use o “Tank Turn” sobre o asfalto.

Faz sentido que a GMC use outra analogia para sua suposta versão do “Tank Turn” – e o caranguejo é uma escolha apropriada, pela forma como ele se move. Mas, por ora, ainda são apenas suspeitas. (Dalmo Hernandes)

 

Volkswagen mostra ID.4 quase sem camuflagem

O próximo modelo elétrico da família Volkswagen ID será o ID.4, SUV que tem lançamento marcado para o dia 24 de setembro. Já faz tempo que a Volks trabalha em sua divulgação, revelando fotos de protótipos e unidades de pré-produção chinesas, por fora e por dentro. Agora, porém, é a primeira vez que a carroceria definitiva para os mercados ocidentais aparece em vídeo, ainda que camuflada.

O clipe mostra o ID.4 subindo e descendo rampas, circulando na rodovia e rebocando um trailer, além de trazer em destaque os dizeres “100% SUV”. Parece que a VW quer mostrar que, apesar do visual limpo e moderno, o ID.4 é valente. Uma das poucas informações confirmadas diz que o elétrico terá capacidade de reboque de até 1.900 kg nas versões mais potentes. O ID.4 já pode ser reservado na Europa, onde tem opções de 203 cv e tração traseira, ou 306 cv e tração nas quatro rodas.

Vale lembrar que o Volkswagen ID.4 tem altas chances de ser o primeiro VW elétrico vendido no Brasil – pelo fato de ser um SUV, com suspensão elevada, ele se daria melhor no nosso País que o hatch. E ainda tem design muito parecido, por fora e por dentro. (Dalmo Hernandes)

 

McLaren 620R ganha novo “R Pack”

O McLaren 620R, o “GT4 para as ruas” da fabricante britânica, acaba de ganhar um novo kit de modificações – o R Pack, que consiste em algumas pequenas atualizações estéticas e mecânicas.

O kit inclui novas peças de fibra de carbono – scoop para o teto, aletas nos para-choques e detalhes de acabamento do interior. Além disso, traz um novo sistema de escape de titânico que, segundo a McLaren, é cinco decibéis mais alto que o original e também mais leve, além de melhorar o fluxo dos gases de escape.

O McLaren 620R é movido pelo mesmo motor V8 biturbo de 3,8 litros do 570S GT4, calibrado para entregar – sim, você adivinhou – 620 cv, acompanhados de 63,2 kgfm de torque. É o bastante para ir de zero a 100 km/h em 2,9 segundos, com máxima de 322 km/h. O 620R também tem chassi retrabalhado, com freios de carbono-cerâmica, rodas de cubo rápido, pneus Pirelli P Zero Trofeo R, amortecedores ajustáveis e conjunto aerodinâmico capaz de produzir 185 kg de downforce a 250 km/h. (Dalmo Hernandes)

 

 

Matérias relacionadas

Chevrolet Equinox ganha versão de entrada, Lamborghini revela Urus em teaser, Alfa Romeo pode voltar à Fórmula 1 em 2018 e mais!

Leonardo Contesini

Ford revela mais sobre o Mustang GT350, um test-drive com a Ferrari California T em Mônaco, dois carros de F1 à venda e mais!

Leonardo Contesini

Semana BMW nos Classificados GT40: todos os bimmers anunciam de graça até terça-feira que vem

Juliano Barata