A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História

A evolução dos capacetes de Ayrton Senna

Mais do que um dos melhores pilotos de todos os tempos, Ayrton Senna é um ícone, uma lenda. Além de sua pilotagem, cuja técnica e elegância beiravam o absurdo, a imagem de Ayrton é muito forte. E, irremediavelmente ligado a esta imagem, estava seu capacete: sempre amarelo, com dois filetes horizontais, um verde e outro azul, com uma área amarela entre eles – as cores da bandeira brasileira, que o acompanharam por toda a carreira, até o último dia de sua vida. Ontem, 23 de setembro de 2019, completaram-se 40 anos da primeira vez em que Ayrton usou um capacete com estas cores. Foi no Campeonato Mundial de Kart, realizado em Portugal, no Autódromo do Estoril – o mesmo, aliás, onde Senna conquistou sua primeira vitória na Fórmula 1, em abril de 1985, com o Lotus 97T. Nem sempre Ayrton Senna usou capacetes amarelos. Nos primeiros anos em que competiu oficialmente, na primeira metade da década de 1970, Senna usou alguns capacetes brancos, às vezes com detalhes em azul. Foi só no Cam

Matérias relacionadas

Nissan 240Z 432: um sleeper de fábrica com motor de Skyline GT-R

Dalmo Hernandes

Os melhores hot hatches do universo: Peugeot 205 GTI

Dalmo Hernandes

Hesketh Racing: a história da equipe de playboys que revelou James Hunt – parte 2

Dalmo Hernandes