A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Automobilismo História

A história da Audi no DTM – através de seus carros

A Audi anunciou no final de abril que deixará o DTM (Deutsche Tourenwagen Masters) após a temporada de 2020, deixando a BMW como última equipe de fábrica alemã no campeonato. A fabricante espera ainda poder disputar alguma corrida neste ano, quando a crise do coronavírus passar, mas não há muita esperança. A partir do ano que vem, a Audi focará seus esforços de automobilismo na Fórmula E, como várias outras fabricantes vem fazendo. A BMW até criticou a Audi pela saída abrupta. Klaus Frohlich, um dos executivos da BMW, diz que a saída da Mercedes-Benz em 2018 foi mais sadia. "Quando a Mercedes saiu do DTM, Ola Kallenius me ligou e explicou o motivo", disse Frohlich. E completou: "Senti falta disto com a Audi." Para a BMW, é possível que a situação do DTM, que vem passando por uma crise nos últimos anos, fique insustentável com a saída da Audi. As duas fabricantes forneciam os carros para todas as equipes independentes que participavam, e agora a BMW ficará sozinha com esta tarefa. Com

Matérias relacionadas

Super Leicht: a história do Mercedes-Benz SL – Parte Final

Leonardo Contesini

Tem uma equipe de Fórmula 1 inteirinha à venda

Dalmo Hernandes

Pajero Evolution: o especial de homologação esquecido da Mitsubishi

Dalmo Hernandes