A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
FlatOut Revival História

A história do McLaren F1 e de seus recordes de velocidade

O ano era 1992, e o local era um pequeno recorte de terra de 2 km² espremidos entre os Alpes Marítimos e o Mar Mediterrâneo, mais conhecido como Principado de Mônaco. A McLaren havia conquistado os títulos de construtores e pilotos na temporada anterior, mas até aquele final de maio os melhores resultados da equipe haviam sido dois terceiros lugares de Ayrton Senna e dois quartos e um quinto lugar de Gerhard Berger. Com três abandonos do brasileiro, mais dois do austríaco e oito pontos de cada, a equipe britânica estava em terceiro lugar na classificação, porém com uma diferença de 58 pontos para a líder Williams. Os treinos de classificação para o GP de domingo não foram muito melhores. Senna ficou fora da pole position pela primeira vez desde 1988 e largou na segunda fila. Berger bateu na barreira de proteção quando fazia o quarto melhor tempo e, sem carro para continuar o treino, acabou classificado na quinta posição depois que Jean Alesi baixou seu tempo em 1:40. No

Matérias relacionadas

Camaro Yenko: o carro que ensinou a Chevrolet que um motor maior é sempre melhor

Dalmo Hernandes

A história e os recordes de Junichi Tanaka, fundador da Jun Auto Mechanic

Dalmo Hernandes

Citroën XM: a história do último Citroën “maluco” que existiu

Dalmo Hernandes