A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Edições anteriores

FlatOut Edição 69: o futuro dos supercarros, Diplomata Chateau, guia de compra do Chevette e mais!

Caros leitores, muito bem vindos à mais nova edição do FlatOut Brasil! Aqui temos elencadas as matérias exclusivas para assinantes. Caso você ainda não faça parte do universo do FlatOut, clique aqui e assine agora mesmo! Caso queira conferir as edições anteriores, clique na imagem abaixo.


 

FlatOut Classics

“Lá em 2005, Reinaldo comprou seu primeiro esportivo V8 – um Charger R/T 1978, na cor Castanho Trípoli. Depois, em 2006, veio o Ford Maverick GT Laranja Mandarim, fabricado em 1974. O Opala SS6 demorou um pouco mais – só veio em 2014, quando Reinaldo encontrou um exemplar 1972 na cor Amarelo Limão. Reinaldo descreve todas as cores por seu nome completo, sempre. Por isso, é ainda mais bacana o fato de ele ter um Opala Diplomata 1988 com acabamento interno na cor vinho, popularmente conhecido como “Opala Château” – um carro cujo maior diferencial é justamente sua cor. Trata-se, sem dúvida, de um dos exemplares mais novos, bem conservados e menos rodados do País.”

O Diplomata Château de Reinaldo Silveira | FlatOut Classics


 

Guia de Compra

Pensando em um Chevette Tubarão? O Leo Contesini conversou com mais de 15 proprietários e descobrir todos os detalhes e segredos deste clássico nacional para te ajudar na hora de escolher o seu sem cair numa roubada.

Guia de compra Chevette “Tubarão”: tudo o que você precisa saber


 

Técnica

Não: não é catch tank. É catch can, de óleo. Um negócio fundamental para manter o desempenho de seu motor preparado e livrá-lo de muitos males. Como? Explicamos nesta matéria.

Oil catch can: como funciona e para que serve?


 

Nenhuma fabricante explorou tanto o sistema de centelha dupla como a Alfa Romeo, ainda que não tenha sido a criadora, nem a única a usar esse tipo de ignição. Mas… por qual razão? Para que serve e quais os benefícios de se ter duas velas em cada cilindro.

Como funciona o sistema Twin Spark da Alfa Romeo?


 

Esqueça aquela história do muro e de colar no banco e motores torcudos ou subir paredes. Torque e potência têm mais diferenças do que parece e são mais interdependentes do que se imagina.

Entenda de uma vez por todas a diferença entre torque e potência


 

Pensatas

A apresentação do GMA T.50 de Gordon Murray desencadeou uma discussão sobre o futuro do supercarro: continuaremos a perseguir números em enormes carros esporte que pesam mais que uma caminhonete carregada, ou o carro esporte vai dar um par de passos para trás e focar na experiência ao volante, baixo peso, e agilidade? Nesta matéria, o Marco Antônio Oliveira limpa sua bola de cristal, lembra a história desse tipo de carro, analisa os dois lados e dá sua opinião sobre o futuro do supercarro.

Qual será o futuro dos supercarros?


 

Por que todo V8 biturbo alemão moderno tem 4 litros? E quando fazem 4 cilindros turbo, é sempre dois litros? Porque os carros tem a frente cada vez mais alta? Porque crescem tanto de tamanho com o tempo? A culpa é da legislação. Veja o porquê nesta matéria!

Como a legislação projeta o seu carro


 

História

Quem torce o nariz para o Alfa Romeo Stelvio e o futuro Tonale – SUVs feitos por uma fabricante de carros esportivos – talvez não imagine. Mas, na década de 1950, não apenas a Alfa Romeo fez um jipe (praticamente um clone do Willys MB original), como também criou uma rival para a Kombi. E esta tinha até motor de um clássico das pistas.

O lado utilitário da Alfa Romeo


 

Um 2CV com um motor extra lá no porta-malas. Assim a Citroën fez o primeiro 2CV 4×4. Mas não ficou só nisso. Também criou um incrível jipinho 2CV com carroceria totalmente inédita, incorrosível e sem pintura. Mais ainda assim, oferecido em várias cores, e com tração nas 4 rodas e reduzida!

Citroën 2CV 4×4? Os incríveis Sahara e Mehari


 

Você sabe qual o tempo do McLaren F1 em Nürburgring? Sabia que ele tem um modem embutido, que se conecta diretamente à McLaren de qualquer lugar do mundo? Nesta matéria, o @leocontesini conta a história do McLaren F1, de seus recordes de velocidade, do tempo de volta em Nürburgring, e traz uma galeria completa com todos os detalhes — do porta-malas ao tal modem — do maior supercarro já feito.

A história do McLaren F1 e de seus recordes de velocidade


 

Car Culture

“Longe das amarras de corporações gigantes e burocráticas, e em países como os EUA e Inglaterra isentos de alguns impostos e legislações cruciais, são um oásis de criatividade e alegria, num mundo cada vez mais dentro de uma caixa em formato de SUV. Deixando que o comprador faça a montagem final, ou escolha seu próprio motor, além de envolver a gente ainda mais com o carro, as vezes cria possibilidades quase infinitas de motorização.” Se você não se importar de montar o carro você mesmo você mesmo, lá fora existem opções incríveis, de desempenho inacreditável, por muito pouco dinheiro.

Para montar em casa: o estado da arte atual dos kit-car


 

Quer começar a cuidar do seu carro por conta própria, na sua garagem? Confira algumas dicas e sugestões sobre como fazer isso — desde o que você precisa saber, até o que você não deve fazer.

O que você precisa saber para fazer a manutenção do seu carro por conta própria


 

 

Matérias relacionadas

FlatOut Edição 27: aceleramos o novo Jimny, o V12 Ferrari do futuro, a pré-história do automóvel e mais!

Leonardo Contesini

FlatOut Edição 32: a polêmica Tesla Cybertruck, tudo sobre suspensões, a receita e a origem do Fusca Baja e mais!

Leonardo Contesini

FlatOut Edição 59: os preços dos clássicos, um Alfa 164 de família, o futuro da indústria e mais!

Leonardo Contesini