A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Oil catch can: como funciona e para que serve?

Em 2017 a Mercedes e a Ferrari encontraram um jeito de extrair mais desempenho de seus motores na Fórmula 1 usando o óleo do motor para aumentar a octanagem do combustível. Com isso, eles poderiam usar maior pressão de turbo, maior avanço do ponto de ignição, o que tornaria o carro mais potente e mais responsivo. Evidentemente foi uma brecha no regulamento, afinal, até mesmo o combustível é regulado na categoria — e a artimanha só foi descoberta porque os rivais apontaram o dedo, revoltados com essa possível infração. Como toda brecha no regulamento, ela misturava um pouco de engenhosidade com uma simplicidade primária. Se você não poderia aumentar a octanagem do combustível diretamente no combustível, o jeito era fazer isso na câmara de combustão, quando ele se misturasse com o ar. O problema é que o regulamento também não permitia a injeção de aditivos juntamente do combustível e do ar admitido. Mas o regulamento não apenas permitia, como também obrigava, a recirculação d

Matérias relacionadas

Conheça John Pogson: mecânico, piloto e especialista em Ferrari – e na arte de ser gearhead

Dalmo Hernandes

Este VW Passat com motor V8 de 900 cv é o novo carro de Tanner Foust na Formula Drift

Dalmo Hernandes

As versões mais legais do Chevette que não tivemos no Brasil

Dalmo Hernandes