FlatOut!
Image default
Car Culture

Eagle E-Type: como deixar o carro mais bonito do mundo ainda melhor


Existem carros que são tão bons de guiar, tão incríveis ao volante, que os entusiastas prontamente perdoam quaisquer falhas que ele tiver. Mesmo que estas falhas, em qualquer outro automóvel, fossem inadmissíveis. Os que apreciam carros antigos já devem pensar logo no Jaguar E-Type ao ler este tipo de coisa. Sim, porque o clássico de 1961 é conhecido por ser um dos melhores do mundo quando o assunto é experiência ao dirigir. Suas qualidades: peso baixo, um ronco maravilhoso, suspensão de excelente acerto e motor seis-cilindros (ou V12, nos carros fabricados entre 1971 e 1975) atrás do eixo dianteiro para melhorar a distribuição das massas e conseguir mais equilíbrio dinâmico. Além do visual belíssimo que, como diz a famosa anedota, fez com que Enzo Ferrari chamasse o E-Type de "o carro mais bonito do mundo". E os defeitos? Bem, sendo um carro britânico antigo, problemas elétricos e de confiabilidade em geral atormentam os proprietários há décadas – ainda que, hoje em dia, já t